domingo, 29 de setembro de 2013

9 meses


PARA TUDO. 9 MESES GENTEMMM
9 meses pra mim é um marco histórico, rujam os tambores!!! (menos, beeeeem menos) Claro, não é tão histórico quanto 1 aninho mas vá lá, tem sua importância né? É aquela faze que o bebezinho inho vira bebezão ão.
Esperei muuuuito por essa data, desde a gravidez imaginava como estaria meu bebe aos 9 meses...  Ela chegou! Meu bebezão ão está quase tão esperto quanto um chimpanzé. Acende e apaga a luz, engatinha, se agarra nas coisas e fica em pé, ensaia um ou outro passinho e balbucia suas primeiras palavrinhas. Que delícia estar viva pra presenciar esses momentos (não é exagero não, qualquer momento pode dar um raio na nossa cabeça e catapluft, já era!).
GENTE, tirando minhas loucuras, falando sério agora: aguardem essa data 9 meses. É uma fase maravilhosa! O bebe ainda é um bebe (JURE) dependente de você mas agora tem façanhas, esse bebe se locomove, enxerga bem, ouve bem, tem domínio das mãos e faz gracinhas. Awnnnn.
Eu o chamaria de: o explorador, ou melhor, Nicolas, o explorador. É assim, ele sai pra engatinhar, ops, explorar, encontra um objeto qualquer no caminho, então ele pega o objeto, vira de todos os lados, passa de uma mão pra outra, passa a mão pra sentir a textura, bate pra ver o som, poe na boca, joga longe e vai achar outro objeto pra explorar, rs, é assim o dia todo!

- Continua usando fralda G, não sei quanto está pesando mas deve estar com 8,5 kg mais ou menos, e medindo uns 71, 72 cm... descobrirei semana que vem! Só sei que deu uma espichadona esse mês, está gigante *-*
- Aprendeu engatinhar certinho e engatinha MUITO rapido, vai pela casa inteira , desce degraus pequenos e sobe e desce do colchão do quartinho
- Já se levanta sozinho, se  agarra em todo lugar pra tentar levantar e se não consegue da as mãozinhas pra gente ajudar
- Anda agarrado nas coisas mas não domina completamente essa arte, ele prefere andar segurando nossas mãos (andar não, correr, ele se agarra nas nossas mãos e vai que nem um jato)
- Chuta e empurra a bola, essas são suas brincadeiras favoritas
- Entende a palavra "cadê". Quando perguntamos: "cade papai?" "cade vovô?" "cade o Jimmy (cachorro)" "cade a luz" e "cade a mamãe" ele olha na direção certa.
- Ainda não consegue sentar sozinho quando está em pé, na verdade ele consegue mas cai com muita força então eu prefiro ajudar hehe
- Começou a fazer o movimento de pinça
- Voltou a me acordar com carinhos, sempre acordando eu e depois o pai
-Também voltou a mandar beijos, mas só quando está com bom humor
- Aprendeu a dar tchau, mostrar a língua e fazer "yes"
- Fala as seguintes palavrinhas: mamá, mam ( mamãe ), papa ou papai (pra papai, rs) e luz (sua maior paixão) e parou de chamar bum (bumbum, carrinho).
- Aprendeu a ascender e apagar a luz
- Agora sabe se defender dos cachorros, quando chegamos na minha mãe e eles vão lamber a cara dele ele não deixa
- Regredimos e cortamos os traços de leite da dieta dele
- Deu seus primeiros passinhos (2 hahaha)
- Não se afoga mais de jeito nenhum, mastiga todos os alimentos mesmo só tendo 2 dentes e se é algo com pedaço grande ele cospe
- Está passando pela terrível fase de ansiedade de separação e um grudeeeeee comigo (vou contar melhor num post aparte)
- Depois que mudei o quartinho dele colocando o colchão no chão ele nem sempre me chama a hora que acorda durante a tarde, as vezes ele sai do quarto me procurar
- Ta fissurado por gavetas, tenta abrir todas
- Ama beijos, abraços, beijinhos de esquimó
- Adora música e fica louco quando vê alguém tocando violão
- Engatinha até o banheiro e bate na porta quando quer banho, bate na porta da frente quando quer passear e engatinha ate a cozinha quando quer comer
- Passa da posição de 4 pra sentado com facilidade
- cada dia aprende algo novo e eu provavelmente vou esquecer de colocar metade das coisas aqui!



'Cause you're my sunshine
To keep me warm,
You're my shelter and my hideout
In rainy days and storm.
(...)
You're the reason I am living
And to you I owe a lot
And I'm happy for what you've given
You're everything I've got

Hoje eu acordei com essa música na cabeça, filho. Coincidentemente lembrei depois que hoje é dia 29 e como todos os outros dias 29 uma felicidade imensa me invadiu, hoje você completa mais um mês! 9 meses de muito amor e felicidade... Acho que essa música define muito bem como me sinto. Realmente, hoje, sem você eu não sou nada, você é o meu melhor lado, meu melhor sorriso, meu melhor abraço, meu orgulho.
Hoje eu acordei te amando mais, meu amor, como todos os outros dias que acordei do seu lado. E esse amor não só preenche, como transborda. Feliz mêsversário filho!



(Curta essa foto pro Nicolas participar do espetaculo de dança Rei Leãohttps://www.facebook.com/photo.php?fbid=471587336272042&set=a.471571219606987.1073741831.204121693018609&type=1&comment_id=46241788&offset=0&total_comments=10&ref=notif&notif_t=photo_comment_tagged )

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Natural

 Tenho tido a impressão de que hoje em dia as coisas são meio forçadas. Tudo tem horário, tudo tem regra. Começa no parto que já é marcado com antecedencia no dia exato e o bebe, sem saber de nada, é retirado bruscamente muitas vezes antes da hora do seu confortável lugar do útero. Depois que nasce a coisa piora, o bebe não pode simplesmente ser bebe, ele tem que ser independente desde o primeiro dia de vida, dormir sozinho, dormir a noite toda, não pedir colo, não chorar. Tem que mamar 10 min em cada seio exatamente a cada 3 horas durante o dia e engordar exatamente 24 gramas por dia nos primeiros meses de vida. Parece que querem um mini robo que corresponda exatamente como dizem as tabelas, sem perceberem que um ser humano não pode ser tabelado. Um recém nascido precisa de muito contato com a mãe, mamar é sua forma de existir e se conectar ao seu universo que é a mãe, vejo como uma grande violencia a forma com que muitas vezes somos ensinados a tratar o bebe, sem respeitar suas necessidade básica de afeto, amor, carinho e alimento. Não digo que sou contra rotina porque o bebe precisa de consistência, de saber o que vem depois, isso o tranquiliza. Mas isso não significa padroniza-lo e esperar que ele aja exatamente como os livros dizem. Cada criança é única, cada bebe tem um ritmo para mamar, uma necessidade maior ou menor de afeto.
  Por muito tempo achei que meu filho havia vindo com defeito de fábrica já que ele não dormia a noite inteira desde o primeiro de vida, não dava intervalo de 3 horas pra mamar e porque requisitava o colo várias vezes (e eu adorava dar, mesmo quando ele não pedia). Demorei pra entender que era normal tudo isso, e que eu estava esperando demais de um simples filhotinho assustado de humano. Poxa, se eu do nada saisse da minha morada, pequena, apertada, escura, barulhenta, pra um lugar onde tudo é claro, barulhento, grande, diferente, eu iria querer ficar pertinho da única pessoa que eu conheço, no caso do bebe, a mãe.
  Hoje em dia é exigido tanto desses filhotinhos, é colocada tanta pressão pra que façam tudo cedo, tudo antes do tempo. Falar cedo, andar cedo, engatinhar cedo, desmamar cedo, dormir sozinho cedo. E o tempo do bebe? Quem disse que tem que sentar aos 6 meses, engatinhar aos 9 e andar com 1 ano? Desmamar exatamente aos 2 anos? por quê? E se a criança fez algo mais tarde que essas datas estipuladas os pais já vão logo se desculpando: "Ele era preguiçoso" "Era mais gordinho..." " andou tarde mas falou bem cedo", etc... E o tempo da criança?
  Eu acredito muito em que na hora certa tudo acontece, penso que além do desenvolvimento físico, a criança precisa ter um amadurecimento emocional para alcançar certos marcos. O que eu acho engraçado é que há uma competição velada entre as mães pra ver qual é o bebe mais "esperto", o que faz tal coisa mais cedo. Como se isso fosse uma prova de inteligencia, o que não é! Você nunca vê alguém comentando assim: "é claro que eu sou mais inteligente que você, eu andei com 10 meses e você só andou com 1 ano e meio!" porque isso não faz a menor diferença, rs. Eu na realidade nem sabia com quanto tempo tinha andado até esses dias, quando fui perguntar pra minha mãe. Eu andei com 1a e 2m e o Jean aos 11m, como isso também tem influencia genética imagino que com 1 ano, 1 ano e pouco Nícolas esteja andando. E se não tiver não terá problema algum, porque isso não fará a menor diferença na vidinha dele hehe.
 Quando meu filho completou 6 meses comecei a sentir na pele o drama dessa competição, todo mundo me perguntando se ele já engatinhava e quando eu dizia que não me olhavam com um olhar de pena e diziam algo como: "mas logo ele engatinha, você vai ver!" ou "mas tem criança que nem engatinha né?". Cheguei a ficar preocupada com o fato de ele não engatinhar até que desencanei: cada criança é única! E pronto, aos 8 meses e meio ele engatinhou lindamente, me segue pela casa e gosta de explorar os cômodos mas ainda não vai muito longe de mim, pois tem medo e se esta em um lugar desconhecido também da uma travadinha básica (ó aí o amadurecimento emocional que eu falei).
  Eu sofri também com o fato de ele dormir comigo (como vocês já sabem), porque tem uma pressão social gigante e até um preconceito com a cama compartilhada, que é vista como algo ruim "aquele bebe ainda dorme com os pais", até chamam os pais de incompetentes por tabela por "não conseguirem ensinar o lugar correto de dormir pros seus filhos". Poxa, comigo nem é uma questao de conseguir, é de não querer mesmo. Eu AMO dormir com meu filho e não tenho ainda como deixar ele dormir longe de mim. Ainda não é natural pra mim ficar longe do meu filho bastante tempo. Com o tempo será, mas por enquanto ainda não é. Dormir longe do meu filho, hoje, é algo antinatural e sofrido que não tem motivos pra eu passar apenas pra ter uma aprovação social. Assim como o peito, ainda oferecido a ele em livre demanda, está longe de sair de nossas vidas. Eu não to pronta, ele não ta pronto. Quando isso vai ser? poxa, não tem como prever.... Não sei quando nós dois estaremos prontos para dormir separados, para cortar o vínculo da amamentação, para passar um fds longe, pra ele dormir na casa da avó. Não sei quando ele estará pronto para largar as fraldas, para andar, para ficar longe de mim mais tempo, pra dormir a noite inteira. O que eu sei é que vou respeitar o tempo do meu filho, que é uma criança normal, saudável e esperta, mesmo que critiquem, que achem ruim, que achem feio. Acho mais feio eu forçar algo que ainda não é natural só pra agradar os outros. Cada criança é única, cada bebe é um universo novo a ser explorado, cada um tem seu tempo, suas peculiaridades, seu apetite, seu sono, seus apegos, manias e coisas intrínsecas que nem a ciência consegue explicar. Mas acima de tudo cada ser humano na Terra é único e merece respeito!
Pra mim, eu respeitar meu filho é respeitar a personalidade dele, ajudando a superar seus defeitos, a melhorar as qualidades, é eu respeitar o tempo dele de fazer cada coisa, sem me importar com a pressão social de que ele seja mais rápido, maduro e melhor em tudo, mesmo que o tempo dele seja maior do que o que o do bebe da vizinha. Pra mim, respeitar o meu filho é entender que ele é um bebe, e vai agir como um bebe e não como um adulto.
Calma genti, sou só um bebe tá?


domingo, 15 de setembro de 2013

Primeiras vezes

Faz tempo que não atualizo o blog né? Nesse tempo muita coisa aconteceu... acompanhem:

Aiai... a vida desses serzinhos novos no mundo é tão cheia de descobertas e novidades... Cada dia é uma nova experiencia, uma nova aventura! O Nicolas já teve tantas primeiras vezes e ainda terá tantas outras! O primeiro dia de aula, o primeiro boletim, o primeiro andar de bicicleta, o primeiro aniversário, o primeiro amigo, a primeira namorada, o primeiro carro... Me emociona vê-lo crescer tão lindo,saudável e esperto, espero do fundo do coração poder vivenciar ao lado dele todos esses momentos simples mas especiais e únicos.
  Estou escrevendo esse post pra ficar registrado algumas primeiras vezes que ele teve nesses últimos dias, pois não quero que o tempo apague da minha memória essas partezinhas tão importantes da vidinha dele!

Primeira "pintura" (fail):
Foi uma vergonha, ele gostou, pegou na textura, comeu todas as cores, mordeu o pincel mas nada de pintar! Não foi dessa vez a primeira obra de arte do meu pequeno,rs. Pelo menos rendeu essa foto fofa, olha:



Primeira vez na piscina:
foto porca do cel
Foi legaaal, bem legal, tirando que ele ficou com dor de ouvido depois, rs... Ele viu a piscina e PIROU, ele ama demais água, então quando viu aquela "banheirona" ficou loucoooo só queria saber de sair do meu colo e entrar la. Entramos e ele ficou com medo, pode isso? queria só ficar no meu colo e se eu deixava ele mais solto pra ele "nadar" ficava com medo e se agarrava em mim.. mas no mais ele gostou muito,bateu as maos, os pés e quando começou a querer sair fomos embora. Ele cansou com a brincadeira e quando saiu de lá foi só almoçar,mamar e soninho, gostei e quero repetir!


Primeira engatinhada:
Sábado passado dia 7 de setembro de 2013 Nicolas engatinhou "certinho" pela primeira vez aos 8 meses e 9 dias e quase me matou de orgulho *-*. Estavamos na casa de um amigo e do nada ele começou engatinhar, fui chamar uma amiga pra ver e quando voltamos ele parou e não conseguiu mais. Aí na terça do nada também começou engatinhar, engatinhava um pouco e pedia colo, ficava com medo da descoberta hehe, e foi assim toda a terça, na quarta ele ja se soltou mais e engatinhou pela cozinha toda, na quinta ja tava expert indo pra qualquer lugar! (Sim, eu sei que tem crianças que engatinham com 5, 6 meses, meu filho engatinhou agora ok?) to achando coisa mais linda do mundo ver ele explorar a casa, acho muito fofo ver um bebe engatinhando! Tem vezes que ele da uns rompantes e vai que nem um furacão super rapido,tem outras vezes que ele esquece como faz,fica na ponta do pé e demora um pouco pra lembrar como que faz hehe




Primeira vez que viu a própria sombra:
No mesmo dia em que engatinhou descobriu a própria sombra, sorte que o papai estava com o tablet em mãos para registrar o momento

Chupando o primeiro pirulito:
Eu não lembro exatamente o dia que foi mas foi uns dias antes de completar 8 meses, preciso dizer que ele amou?




Brincou com outra criança pela primeira vez:
 Fizemos um encontro de mamães aqui na cidade, com isso o Nicolas teve a oportunidade de pela primeira vez interagir com crianças da idade dele, com esse tamanho eles ainda não conseguem brincar muito com outros babys, mas na medida do possível Nicolas empurrou a bola pros outros babys, engatinhou atrás deles, tomou as coisas das outras mãozinhas, hehe, já é alguma coisa né?
Nicolas e seus amiguinhos João Guilherme e Vinícius 

Pedindo banho pela primeira vez:
Agora que ele engatinha, vai até a porta do banheiro e começa a bater ate a gente abrir, quando abrimos ele engatinha ate o box,posso com isso? e tenta tirar ele do banheiro pra ver, é um escandalo! A primeira vez que ele fez isso foi essa semana a noite na minha mãe,ela contou e eu não acreditei,no outro dia vi com meus prórpios olhos hehe. Nessa ele tem tomado uns 3 banhos por dia... acho que ele tem pedido tanto por causa do calor que tem feito. Fiz esse vídeo super porco de cabeça pra baixo mas que da pra ter uma noção de ele batendo na porta do banheiro hahaha

Cantando pela primeira vez:
SIM, cantando! posso com isso? ele há um tempo "canta" ããn ããñ,ãaããn,ããn quando a gente ta cantando pra ele dormir mas ontem pela primeira vez fez isso ao ouvir uma música, liguei o rádio e ele começou ããñ ãããn pra um sertanejo universitário qualquer,muito fofo! repetiu isso varias vezes mas ainda não consegui filmar :(

Aprendendo a bater
Há 2 semanas Nicolas aprendeu que bater é divertido, rs agora quando vai explorar algo novo bate pra observar o som que sai, também começou a bater no cadeirão pra pedir papa e bater na porta pra gente abrir como no outro vídeo ele pedindo banho (mereço isso??)

Primeiro dentinho:
Eu sei que a notícia é velha tá? Os dentinhos do Nicolas nasceram quando ele tinha 7 meses, mas ate agora não contei como foi... Enfim, tava aqui na sala diboa, ele brincando no sofá do meu lado, eu no computador (me julguem) quando de repente ele colocou o pé na boca, normal né, sempre faz isso, mas ele colocou o pé na boca e deu um grito, começou a chorar, pensei que ele havia se machucado, fui olhar a boquinha dele tinha um rasguinho. Achei que era dentinho mas deixei quieto até ter certeza, ele ficou meio irritado durante o dia mas foi tranquilo, dois dias depois ele choroudo nada e fui ver havia outro rasgo, alguns dias depois estavam lá os dentinhos *-* foi super tranquilo sem febre nem nada...

Primeira vez que pediu colo:
 Ai que vergonha, isso já fazem 2 meses mas eu ainda não havia registrado! na verdade nem sei direito quanto tempo faz, sei que faz tempo! Acho que ele tinha uns 6 meses quando começou a dar os bracinhos pra nós, mas é engraçado que ele ergue os bracinhos só até a metade e não até bem em cima como as outras crianças haha

Primeira vez que pediu colo II:
 Agora que ele engatinha, quando quer colo vem até mim e se agarra nas minhas calças tentando me escalar ou abraça minhas pernas awnnnnnnn


Deu seus primeiros passinhos:
SIMMMMMMMM ele deu hoje dia 15-09-13 seus primeiros passinhos sem se segurar em nada, o que me surpreendeu ja que ele nao fica bem em pé sem apoio ainda, enfim, não consegui filmar porque igual no dia que ele começou engatinhar ele ta com medo, eu solto ele ele começa a chorar e sai "correndo" uns 3 passinhos em minha direção e se agarra em mim... assim que eu filmar eu posto no blog! mas não se animem, ele ta longe de andar, é só uns minimos passinhos que ele consegue ta? E se calmbaleando tudo hahahahaha


Bem, essas foram as coisas que eu lembrei por enquanto... Ah, e eu mudei o quartinho do Nicolas como havia contado aqui que queria fazer, fiz um quartinho montessoriano pra ele, ta ficando bem legal, logo faço um post no blog sobre! No mais acho que é isso, não tem muita novidade pra contar, só que o Nicolas ta começando a aprontar, ta fascinado por gavetas, tenta abrir as do quarto dele e quando ve que estao abertas "corre" pra tirar as coisas de dentro, rs...
Beijos pessoal, até a próxima

ah, antes de ir só mais um vídeo pra aproveitar que estou upando no youtube: morram com tanta fofura *-*


quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Antibiótico

   Eu sabia que esse dia ia chegar, mas jurava que ia demorar um bom tempo ainda... Enfim, ele chegou, Nicolas pegou sua primeira gripe forte, infecção de ouvido e garganta e primeiro antibiótico.
  Eu vou confessar: nunca imaginei que meu filho tomaria antibiótico antes dos 2 anos de idade. Sei la, sempre parece um troféu... As mães falam: "esse daqui só tomou antibiótico depois dos 2 anos" e sorri orgulhosa do seu feito. Pra mim o segredo era : amamentar, dar alimentos saudáveis e não colocar na escolinha. Pronto, teu filho nunca fica doente, fim. E bem, eu faço isso com meu filho hehe e modéstia parte acho que cuido razoavelmente bem dele, não achei NUNCA que ele ficaria doente.
oi genti, to dodói
  Ai ele pegou um resfriadinho, normal né? nariz escorrendinho, comendo pouco... Já passa. E foi indo, e não foi passando... e eu levei ele na piscina no sábado (térmica, ok?) e sai com ele a noite, fomos na formatura da minha mãe e depois na pizzaria (notei que ele tava chato e manhoso,achei que era sono), no domingo fui ate a casa da minha mãe a pé e estava um super vento, eu nunca saio com ele no vento, mas começou a ventar quando estávamos na metade do caminho, não quis voltar. Tudo isso agravou a situação, sim eu sei que a culpa é minha, sim to me sentindo péssima por isso, quem nunca? (em minha defesa, o Nicolas é MUITO forte, eu nem imaginei que ele estivesse doente, ele só estava com o nariz escorrendo um pouquinho e comendo menos, o resto ele estava completamente normal e feliz, tanto que eu havia levado ele na pediatra na quinta feira e estava tudo bem com ele!). Enfim, não adianta chorar pelo leite derramado né?
  Voltei da casa da minha mãe no domingo, dei um banho nele e dormimos as 7 da noite (eu estava muuuuuito mal de gripe) até aí tudo certo, até chegar a madugada. Ah, que madrugada  hein? foi O CAOS. Nicolas acordou as 11 da noite e não dormiu mais por NADA nesse mundo, ele chorava chorava e chorava, deu febre, ele não conseguia mamar... Fiquei desesperada, dei banho, remedio, fiz de tudo e mais um pouco e ele não parava, quando eu já não sabia mais o que fazer coloquei ele no carro e sai pra ir no postinho de saúde, com o balanço do carro e o barulho ele acabou dormindo, mudei de ideia e voltei pra casa, isso já eram 3 da manhã.
  No dia seguinte ele acordou umas 7 da manhã chorando bastante, eu estava certa em levar ele no medico, ele estava super manhoso, uma mãe sabe quando o filho não está bem! O pai dele achava desnecessário, mas eu insisti, fui almoçar na minha mae e já liguei na pediatra dele, ela mandou eu leva-lo na hora.
  Chegando lá a pediatra falou que ele estava com ótima aparência (estava sorrindo e brincando com ela, pode isso?) ela até chegou a duvidar do que eu falei, até que ela olhou os ouvidinhos e a garganta dele. E soltou um: "-infelizmente, vai ter que ir pro antibiótico".
  Pronto meu mundo caiu.
fazendo inalação e vendo baby einstein
 Eu percebi que ele não estava bem, mas antibiótico? Pra mim antibiótico é coisa séria, não se da assim por qualquer coisa pra bebes, então ele não estava bem mesmo. Me senti a pior mãe do mundo. Pra que levar na piscina? Pra que levar na pizzaria? pra que sair no vento? Pra que eu achar que ele estava bem se ele claramente não estava bem? Momento mãe-de-merda total. Aquela receita de remédios parecia mais um atestado de "Pior mão do ano". Sai de lá me sentindo muuuuito mal, fui direto comprar os remédios e fazer uma tabela de horários pra ele tomar...  Graças a Deus que meu filho é muito forte mesmo, pois no dia seguinte (terça-feira) já acordou bem, comeu bem, brincou, ficou feliz e animado, só no final do dia que ficou mais manhoso e durante a madrugada que seu narizinho trancou algumas vezes e tivemos que levantar fazer inalação e espirrar salsep pra ele poder voltar a dormir. Eu também estou melhor só com uma tosse chata e um pouco de dor de garganta, mas aos poucos tudo vai se ajeitando. E quanto a inalação, na primeira vez ele super estranhou, não queria fazer de jeito nenhum, aí tive que me render ao desenho animado pra ele se entreter e deixar eu fazer ou fazer enquanto ele estava dormindo, mas agora já acostumou e tem ficado quietinho pelo menos uns 5, 10 minutinhos pra eu fazer.


ps. quanto ao desenho ele não assiste normalmente, acho que tinha visto 1 ou 2 vezes antes desse dia
ps2. não, não é galinha pintadinha ashdiuas
ps3. Ele aprendeu a se levantar no berço esse fofo
ps4. Não esqueci das metas, domingo eu venho pra contar como esta sendo essa semana *-*