quarta-feira, 31 de julho de 2013

Criação com apego e essas coisas de gente natureba

 

Qual é o jeito certo de criar um filho? Essa é uma pergunta muito ampla e que me faço todos os dias. Eu só quero que meu filho seja feliz, e se você é mãe ou pai provavelmente pensa igual a mim. Como fazer nossos filhos crescerem bem-resolvidos e felizes? Ah, seria tão fácil se existisse uma resposta simples pra essas perguntas...
  Quando eu estava grávida não li muita coisa sobre como criar meu filho, li bastante sobre a gravidez, vi vídeos de como dar banho em um bebe, pesquisei como estimular a inteligencia de um pequeno. Procurei saber o que era o melhor pro meu filho em termos de parto, alimentação e só. O resto veio de forma natural.  Nunca pensei muito em termos de rotina e esse tipo de coisa. Meu filho nasceu e o berço dele estava do lado da minha cama, pois pra mim era natural que ali ele dormisse... o que não aconteceu. Eu tinha tanto medo de ele  se afogar, ou sei la.. que acontecesse algo e eu não visse, que acabei colocando ele na cama comigo desde o primeiro dia, e até hoje aqui ele permanece sem nenhuma noite inteira dormida no berço. Quanto a amamentação, eu fiz o que os médicos mandaram: não deixar passar 3 horas sem mamar, na verdade sempre que meu filho chorava a primeira coisa que eu fazia era oferecer o peito e olhar a fralda. Com 7 meses ele ainda mama em livre demanda e eu nunca consegui por horários, na realidade eu nunca tentei porque ver meu bebe chorar de fome e não dar mama pra ele se acostumar é algo que eu não consigo nem nos pensamentos mais remotos fazer. Tanto que ele ainda mama de madrugada a hora que ele quer.
 Meu filho não chupa chupeta e não mama na mamadeira e vai mamar o tempo que quiser no meu peito, mesmo que me digam que é feio bebe grande mamando no peito e que ele só me faz de chupeta. Meu filho não tem horário certo pra trocar fralda, pra acordar, pra dormir. Ele dorme mamando e eu nunca deixei de pegá-lo no colo nenhuma vez que ele chorou. Na verdade quando ele nasceu eu era tão psica que ele passava a maior parte do tempo no sling, grudado em mim, demorou muito tempo pra eu conseguir deixá-lo em um comodo para fazer algo em outro. Pronto, essa é toda a realidade agora podem me julgar.
 Esse é o jeito certo de criar um filho? Sinceramente? não tenho a menor ideia.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

Eu preciso desabafar um pouco. Tentei por meu filho no berço de novo essa noite, como eu já tentei em muitas outras (ou disse que tentei, já que em apenas 1 delas eu realmente cheguei a colocá-lo no berço, em todas as outras desisti antes de tentar)
Todo mundo fala que é errado um bebe dormir na cama dos pais, e eu sei que não posso ouvir todo mundo, mas voltando lá em cima: qual é o jeito certo de criar um filho? Poxa, eu tenho 19 anos, nunca tive um filho, nasci de cesária, mamei na mamadeira, chupei chupeta e dormi no meu quarto a noite inteira desde cedo. (essa é a única referencia que eu tenho para a criação de filhos!)
Eu sempre me sentia culpada por meu filho dormir comigo. Eu amo dormir com ele, pra mim é natural, gostoso, muito mais fácil pra ele mamar de madrugada... mas depois de ouvir tanta coisa, parece que eu estou fazendo o mal pro meu filho, "estragando" ele, soa como algo errado dormir com o filho, já que as crianças devem dormir nos seus quartos e serem o mais independente possível desde... sei la, 1 dia de vida? Um livro diz uma coisa, outro diz outra, o que eu devo fazer? Qual é o jeito correto?
Acabei cedendo a pressão de marido, mãe, todo mundo no universo que acha um absurdo meu filho dormir comigo, eu deitei com ele num colchão no chão ao lado do berço dele para faze-lo dormir, depois eu o colocaria no berço onde dormiria a sua primeira noite longe de mim, e fiquei ali, fazendo carinho na cabeça dele, lembrando da primeira noite dele em casa, ele mamava tranquilo, aconchegado no meu braço como fazemos todas as noites antes de ir dormir, como fez todas as noites na curta vidinha dele, pensei em muita coisa, pensei no tamanho do meu amor por ele, pensei em o que era melhor pra ele, pensei se eu era uma boa mãe. O que é melhor pra ele? Será que eu sou uma mãe ruim? É tão difícil colocar a razão e a emoção frente a frente e decidir o que fazer... Pensando em tudo isso peguei no sono, e ali ficamos só nós dois como em tantas outras noites desde a gravidez, em que tantas vezes ele foi minha única companhia. Acordei e já eram quase 4 da manhã, era ele fazendo uns barulhinhos fofos que ele faz desde recém-nascido quando quer mamar, desisti de ser uma boa mãe e fui pro meu quarto com ele nos braços pra dormir com o meu marido e ele. Hoje acordei como todas as outras manhãs: com ele fazendo carinho com uma mão no meu rosto e uma mão no rosto do papai. Decidi: ele vai dormir comigo até ter 18 anos.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------

 Meu filho não tem horários estipulados, eu fui um fracasso quando quis ensina-lo a dormir sozinho pois não consigo ouvir ele chorar sem acalma-lo, ele não tem hora pra mamar e vai mamar até a idade que quiser porque eu simplesmente não consigo negar o peito pra ele, a cada chorinho eu o pego no colo mesmo que ele fique mal acostumado... Enfim, eu sou uma péssima mãe. Os livros me condenam, criança precisa de rotina e consistência, precisa saber quem está no comando. A encantadora de bebes deve me achar uma doida hippie, porque ao ler o livro dela me senti a pior mãe do mundo.
Mas mesmo eu me esforçando pra ser diferente, eu não consigo. Eu quero abraçar e beijar meu filho o dia inteiro, eu quero passar a noite grudada com ele e eu adoro amamentar. Eu gosto de liberdade e de fazer coisas diferentes a cada dia. Eu gosto de deixar a cabeça fluir, do ócio criativo. Eu vou confessar: eu odeio rotina.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

 Assim como todas as outras mães que agem como eu, ou que agem completamente o oposto de mim, eu só quero o bem do meu filho, só quero que ele seja feliz e mesmo com muitas e muitas duvidas do que fazer eu faço isso da maneira que eu sinto que é a certa, e eu imagino que seja assim com todas as outras mães e pais... Por que a maternidade é tão simples para outros animais e tão complicada pra nós? Porque eu me sinto culpada por criar meu filho desse jeito? Existe "certo" e "errado" na criação dos filhos? Uma criança com rotina regrada é mais feliz do que uma sem horários fixos? Uma criança que mama no peito é mais dependente que uma que não mama? Amamentar até 6 meses? 1 ano? 4 anos? Qual é a fórmula magica para criar bem nossos filhos? Trabalhar fora ou ficar em casa? Escolinha ou avó? Trancar ou não a faculdade?


--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nicolas é uma criança muito carinhosa, que manda beijo, faz carinho e abraça todo mundo espontaneamente, é sorridente, feliz, independente, saudável e muito inteligente... Talvez alguma coisa eu esteja fazendo certo e é isso que me move a continuar: acertando, errando, revendo meus conceitos, lendo livros de diferentes opiniões, filtrando tudo e finalmente fazendo o que meu coração manda. Acabo esse texto chegando a conclusão que independente da opinião pessoal de cada um, a única coisa que importa é uma palavrinha que eu repeti muito aqui FELICIDADE. Se eu e meu filho estamos felizes, se você e seu filho estão felizes, bem, então deve estar certo.







terça-feira, 30 de julho de 2013

7 meses


Nossa, o tempo tem passado voando! Esse mês foi incrível... É impressionante como cada mês é melhor e eu amo mais esse polaco lindo. De 4 pra 5 meses foi o mês do "quase", de 5 pra 6 foi o mês das "conquistas" e de 6 pra 7 foi o mês do "aprimoramento". Nicolas está comendo melhor, sentando melhor, rolando melhor. Finalmente aprendeu a brincar sozinho e quase não me da mais trabalho, as vezes até me esqueço que ele está por aqui de tão bonzinho que ele anda, aí vem os gritos dele cortando o silêncio pra me lembrar que tenho um molequinho brincalhão em casa!

- Não sei exatamente quanto que ele está medindo pois ainda não o levei pra puericultura, mas pelo que medi em casa continua com 68 cm, mas engordou bastante esse mês e está com algo perto dos 8 kg.
- Continua usando fralda tamanho M e intercalamos entre descartável e de pano
- Está dormindo mais tarde, beeeem mais tarde, se com 4, 5 meses ele dormia as 6 horas da tarde, agora vai dormir perto das 8, e já chegou até ir dormir as 10!!
- Acorda mais tarde também, entre 7:30 e 8 horas, algumas vezes troco e ele dorme de volta, outras desperta esse horário mesmo
- Continua acordando MUITO durante a madrugada, teve alguns episódios de terror noturno onde acordava gritando muito, mas passou, porém continua acordando a cada passo. Esse mês ele vai pro berço, já que eu acordo ele sem querer e ele me acorda também.
- Come muito melhor e quando está com fome não adianta dar o peito pra ele, ele quer é comida! Já comeu: batata, batata doce, batata salsa, frango, carne, arroz, macarrão, caldinho de feijão, cenoura, xuxu, melancia, banana, maçã, pera, água de coco, laranja, bolacha sem recheio, o cadarço do meu tênis, enfim, anda comendo de tudo (o que não é alérgico), adora sucos, chás, água e prefere comida salgada que a doce.
- Continua mamando bastante, porém menos que antes, mama algo em torno de 8x ao dia e o máximo que passou sem mamar foram 4 horas (eu acho)
- Vive com os pés na boca, ama ficar chupando os dedinhos
- Arranca meias e calçados
- Continua pedindo "mam" ou "mama" quando quer mamar
- Continua nos acordando da mesma forma, primeiro com carinho, depois com conversa e finalmente se não levantamos com chutes
- Senta bem e passa a maior parte do tempo assim
- Rola pros dois lados com facilidade
- Não gosta mais de colo, se joga do nosso colo pra poder ficar no chão, onde passa a maior parte do tempo. Mas quando não está bem quer colo o tempo todo.
- Os olhos escureceram e estão ficando verdes. Ao mesmo tempo que os cabelos clarearam e estão ficando loiros.
- Não reclama pra trocar fralda, pra entrar no banho, pra sair do banho nem nada. Mas odeia passar cotonetes e limpar o nariz.
- Descobriu o pipi hehehe


Para mais fotos do pequeno: A página do face e o Instagram
Para vídeos: O canal do youtube

terça-feira, 23 de julho de 2013

Frio, frio e mais FRIO!!

 O negócio chato esse tal de frio hein? fala sério... Os pequenos ficam tão cheios de roupa que mal conseguem se mexer. E pra trocar fralda então? Além da dó de gelar os bumbuns tem o mundarel de roupa pra tirar e por de volta.... e se o xixi passar? Aí sim é o caos na terra, tirar tudo e por outra roupa. E pra lavar essa roupa então? Congela as mãos e a roupa não seca NUNCA nessa vida de meu deus. Não gosto de inverno #prontofalei ainda mais que gosto de deixar meu filho solto, de preferencia no chão. Mas infelizmente moro num lugar relativamente frio comparado aos outros lugares do Brasil... Possuimos um inverno gelado sempre com geadas, vento e chuva. Não é muito agradável não e faz eu passar o tempo acompanhando a previsão do tempo e esperando o calor chegar. E o Nicolas é dos meus, odeia por roupa e ficar ilhado no cobertor, as vezes reclama tanto que tenho que deixá-lo só de pijaminha em frente ao aquecedor. Enfim, o que eu vim aqui pra falar não é isso....
Vim deixar registrado aqui a primeira NEVE do Nicolas (e a minha também!), é que fomos viajar pra Argentinha e... MENTIRA. Acreditam que nesse frio terrível dessa minha bela cidade teve algo bom? Simmmmm aqui nevou! E nevou "altoooos" como dizemos por aqui. Ontem a noite começou e até agora ainda tem neve no chão lá fora e nosso boneco de neve ainda não derreteu! (eu disse que aqui era frio). Foi muito legal, apesar de estarmos quase congelando sem ar condicionado em casa pobre é foda, foi uma experiência única pra nós pobres que não conhecíamos, foi lindo! Muito legal acordar hoje cedo com tudo branquinho...
Nick aproveitou da maneira que um bebe de 6 meses pode aproveitar haha, do lado de dentro de casa admirando pela janela. Levei ele la fora pra tirar umas fotos hoje a tarde quando a neve estava derretendo, contei pra ele o que era aquilo e deixei ele sentir... não gostou do gelado mas ficou espantado com a paisagem diferente, espero que tenha outros anos também pra ele poder brincar e se divertir com a neve!






E pra quem ficou curioso pra ver como foi o maridinho* fez um vídeo que vocês conferem aqui em baixo:

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Fraldas de pano


 Pra mim, falda de pano era coisa do passado, tipo fita cassete, sabe? Nem havia passado pela minha cabeça usar no meu filho, pra falar a verdade eu achava que só usava fralda de pano quem não tinha dinheiro pra comprar descartável hahahaha. Só que não é bem por aí... Quando eu estava grávida o pai do Nicolas havia falado para usar fralda de pano nele por questões ecológicas mesmo, mas bem, só em pensar em lavar fralda eu preferi pular essa e ajudar o meio ambiente de outras formas. O tempo foi passando e eu descobri essas fraldas de pano modernas e vi que eram bem mais praticas e lindas, e pensei em experimentar para ver se eu ia me adaptar, mas o tempo foi passando e eu acabei me preocupando com outras coisas e as fraldas foram ficando em segundo plano.... até que eu li que o uso das fraldas descartáveis poderia causar a infertilidade masculina!!! Foi o que faltava pra eu ir atrás e comprar de vez.

 Primeiro passo: qual fralda comprar? de qual marca? basicamente existe 2 tipos de fralda: a fralda capa e a fralda de bolso (pocket). Também existem tamanhos únicos ou p, m e g,e o tecido de cobertura também tem variações. A fralda capa você coloca a fralda e o absorvente por cima então quando  bebe faz coco você só tira o absorvente e continua com a mesma fralda, e no modelo pocket você tem um bolso para por o absorvente, quando o bebe faz só xixi você troca só o absorvente ( o xixi não fica em contato com a pele do bebe pois tem uma camada sempre seca) e quando faz coco você troca a fralda inteira. Bem, eu resolvi comprar o modelo de bolso porque pode ser usado das duas formas, assim eu veria o qual me adaptaria mais. Optei por comprar da marca dipano pois cada fralda já vinha com 2 absorventes de microfibra e tamanho único pois vou regulando assim que meu bebe for crescendo e posso usar nos próximos babys. (será que terão próximos? hahaha)
  Comprei 3 fraldas e mais 6 absorventes e fiquei com muuuito medo de me arrepender já que não são tão baratas assim, paguei 48 reais em cada fralda com 2 absorventes e 90 reais nos 6 absorventes avulsos. Depois encontrei fraldas bem parecidas no mercado livre com 1 absorvente cada uma por 18 reais! Enfim... vamos a minha opinião:

Prós: 
- Economia a longo prazo: eu gasto de 120 a 150 reais por mês em fraldas, utilizando as de pano o gasto cai pra 0, mas como eu intercalo com as descartáveis o meu gasto vai ser 1 pacote de fralda no máximo, coisa de uns 30 reais! Além de não gastar com pomadas pois você não precisa (nem pode) usar quando o bebe está com fralda de pano
- Saudáveis: Não esquentam e provocam menos assaduras, na verdade é só eu usar fralda descartável no Nicolas que ele começa a ficar vermelhinho, só por as de pano de volta pra o bumbum dele ficar 100%.
- Confortáveis: MUITO, muito confortáveis, completamente diferentes daquelas fraldas antigas. Ela não tem plástico é de um tecido delicioso! Não marca a perninha pois você ajusta do tamanho do bebe.
- Ecológicas: O plástico das fraldas descartáveis leva 400 anos pra se decompor!
- Lindas: da vontade de deixar eles só de fralda o dia inteiro (chega logo verão!!)
- Da quase nada de trabalho: Não pode usar muito sabão e nem amaciante, então quando meu bebe faz xixi, eu tiro o absorvente e só enxáguo de baixo da torneira e penduro, não demoro nem 5 minutos, se eu estou com o dia corrido vou deixando acumular até a noite. Quando faz coco eu passo uma escovinha e bato na maquina, as fraldas saem quase secas da centrífuga, então faço isso sempre a noite que no outro dia cedo estão secas. Gasto uns 15 minutos do meu dia com as fraldas.


Contras:
 - São caras e precisam de um dinheiro inicial para o investimento
- Seguram menos que as fraldas comuns então as trocas tem que ser mais frequentes (apesar de o coco NUNCA ter vazado, mesmo os mais explosivos, o que vaza aqui em casa se deixar muito tempo é o xixi)
- Não consegui me adaptar pro Nicolas dormir com elas, todas as noites vazaram pois ele faz muuuuuito xixi (tem noite que nem pampers aguenta) então a noite estou usando descartável (pampers total confort), mas ja vi experiencia de outras mamães que usam sem vazar, talvez depois que o Nicolas pare de mamar a noite de certo....
- Você precisa ter umas 10 fraldas para poder ficar só nas de pano sem aperto, eu tenho 3 e normalmente da tranquilo para usar durante o dia pois meu bebe faz coco bem certinho toda manhã apenas 1 ou 2x por dia agora que já come bem, mas nesses dias chuvosos tive que usar descartável também durante o dia (só uso a noite pra ele dormir) pois elas demoraram mais pra secar (obvio). E também teve um dia que ele conseguiu sujar as 3 fraldas e quase todos os absorventes (tenho 12) e tive que apelar pras descartáveis também, então pretendo comprar mais umas 5 pra poder ficar mais tranquila.


Minha Opinião: Me apaixonei! Sério, achei o máximo e me arrependi de não ter comprado antes, achei que valeu muuuuuito a pena e foi muito melhor pro Nicolas que como eu já disse antes, só fica vermelhinho quando usa as descartáveis. Ele fica muito mais livre e confortável, tanto que agora quando está com a descartável e está suja ele começa a puxar a fralda pra baixo tentando tirar (fofo), e a de pano em nenhum momento mostrou incomodá-lo. Só doeu no bolso a compra inicial, mas não me arrependi MESMO de ter comprado. Eu preferi o modelo pocket e usar o absorvente por dentro do bolso mesmo, pois por fora fica desconfortável e o bebe fica molhado quando faz xixi, quando o absorvente esta por dentro o bebe fica sequinho e confortável mesmo que tenha feito xixi. E amei ele modelo único pois por meio da regulagem você transforma numa p, m ou g. Também curti mais o tecido "peludinho" que é o da fralda a cima, é uma delícia! *-*

Então gente essa foi a minha experiência, eu não tive boas experiencias com fraldas descartáveis e não teve até hoje nenhuma que me supriu o custo x benefício como essas de pano supriram (apesar de que eu acho o valor meio salgadinho).

Mudando de assunto o Nicolas anda atacadinho da alergia novamente :( ainda não sabemos o que desencadeou a crise alérgica, hoje graças a Deus depois de uma semana começaram a sumir as manchinhas do corpinho dele, torçam por nós... O coisa chata isso de alergia hein?

Beijos lindas


sábado, 13 de julho de 2013

Como vai o Nicolas aos 6 meses e meio

  Eu sei eu sei dei uma sumidinha básica de novo né? mas as causas foram nobres: semana de provas, bebe doente, semana de exames... Enfim, to finalmente de férias e vim aqui registrar o que tem acontecido nos últimos dias.
Senta, que lá vem história

Perai, antes uma foto do pequeno pra não perder o costume:
gato, gato, gato!

  Onde eu estava mesmo? ah é... então e aí como vai as quiança? tudo crescendo forte, guapo e saudável? Por aqui meu polaco ta cada vez mais polaco, lindo e sapeca!!  Nesse tempinho que estive fora muita coisa aconteceu, Nicolas mudou MUUUUUITO por isso resolvi fazer exepcionalmente esse post na metade do mês contando como ele está agora.

Sociavel
   Nicolas finalmente superou o medo cronico de pessoas, no fim era mesmo só uma fase. Agora vai em lugar com mais gente tranquilamente, não da piti em festa de aniversário, sorri pra Deus e o mundo e aceita ir no colo dos outros (não todos, ele é bem seletivo hahaha). Continua me amando loucamente e não pode me perder de vista e tem horas que só quer saber de mim, mas está muito mais tranquilo que antes. :D (resolvi que vou fazer aniversário pra ele sim, eu não me aguento, preciso comemorar...)

Determinado
Dando um role por ai
  Sabe muito bem o que quer e aí da gente se não fazer o que ele quer na hora que ele quer, tem berro!! Se esta comendo e quer tomar água fecha a boca e não come de jeito nenhum, se joga pro lado da água ou se esta ao seu alcance pega e toma sozinho se a gente não da pra ele ele não come mais. Se quer comer faz um barulho com a boca ou se joga pro lado da cadeirinha de alimentação, se quer mamar pede MA-MA (lindooooooo), agarra minha blusa, tenta mamar por cima da blusa mesmo hahaha. Se quer algum brinquedo rola, tenta engatinhar, faz de tudo pra pegar e se não consegue chora até a gente dar pra ele o brinquedo! Ah outra coisa, agora tem que ficar sempre de olho nele porque ele anda meio sem noção haha, se vê algo que quer se joga em direção sem pensar duas vezes! Ele fica muito tranquilo brincando sozinho mas se quer colo quer e ponto final, se não pegar ele chora de perder o ar. Meu menino é um amorzinho mas contrarie pra você ver!! (não sei quem puxou kkk).


Carinhoso
  Abraça,da beijo, faz carinho e agora também aprendeu a mandar beijo, faz tudo isso quando a gente pede e sem  gente pedir, é uma delícia quando do nada ele vem e da um abraço e um beijo babado *-*. Pra mamar é ou pegando no meu cabelo ou fazendo carinho, é um anjo!! Me falaram que ele é assim carinhoso porque somos carinhosos com ele, e realmente, passo o dia beijando e abraçando e ele adora. Mas ele é exigente, quando ta mamando não gosta que eu fale com outras pessoas a não ser ele, e reclama se eu não faço carinho e dou atenção na hora do mama, se esta brincando sozinho começa a me mandar beijos pra mexer comigo e tenho que retribuir! Ele precisa de muuuuita atenção e carinho sempre, é super exigente o baixinho.

Metido
  Quer fazer TUDO sozinho, quer pegar a colher e comer sozinho, tomar água sozinho, tudo tem que ser ele, se ele está por exemplo, mordendo um brinquedo e eu vou ajudar, fica bravo! Qualquer coisa que ele esta fazendo que a gente vá tentar ajudar ele fica bravo

Cheio de manias
mamar agarrado na minha roupa é uma mania
que tem desde RN
  Nicolas é MUITO parecido comigo, tem umas manias que é puro eu: não dorme de meias por exemplo, na verdade é raro ele estar de meias, eu passo o dia colocando e ele passa o dia tirando, calçado se ele consegue tira também, se conseguisse aposto que também tiraria as calças. Quando acorda de manhã chuta as cobertas e pode cobrir quantas vezes quiser, se ele ta acordado ele não fica coberto, chuta elas, tira com a mão,não quer nem saber. Quando está dormindo me abraça e joga uma perna em cima de mim (???) juro que não entendo mas ele só dorme assim!! As vezes dormindo pega no próprio pé e fica segurando (???) hehe meu lindo <3

Rolante
  Agora já se vira com facilidade pra qualquer lado e não apenas pra pegar o que quer, mas só de zueira mesmo hehe, está lá de bobeira e fica se virando se achando o máximo!Se engatinhar dependesse só da vontade ele já estava faz tempo, porque tenta tanto tadinho, que da ate dó.... mas ta longe ainda!

Curioso
  Tudo que a gente ta fazendo ele tem que olhar, pegar, se meter. Se estamos comendo ou tomando ele tem que experimentar, se está mamando e escuta qualquer MÍNIMO barulho para na mesma hora pra ver o que é. Presta atençãona conversa dos outros... um sarro!!

Maleável
   Chupa mãos e pés o dia inteiro, antes pra ele chupar o pé era muito dificil e raramente quando conseguia ficava muito feliz, agora consegue quase todas as vezes na primeira tentativa, coisa mais fofa!



Eu acho que é isso, meu menino anda cada vez mais moleque e mais sapeca e eu ando curtindo muuuuuuuito essa fase delíciosa, mordo, levo ele pra passear, brinco, jogo pra cima (e ele não tem o menor medo!), tem sido maravilhoso, é muito bom saber que tem uma pessoinha fofa apaixonada por você, é sim cansativo principalmente conciliar tudo, tem dias que eu só quero dormir, mas no final vale muito a pena acordar com um carinho e um sorriso do meu príncipe <3



ps. levei 3 (TRÊS) dias pra terminar esse post!! Céus, eu vinha escrever o nene chorava, vinha de novo caia um meteoro, pegava fogo na casa, etc...



quarta-feira, 3 de julho de 2013

Nicolas e a laranja

Nicolas nunca curtiu a tal laranja-lima tão recomendada para bebes, depois de 5 tentativas ele começou a aceitar mas nunca morreu de amores... Até que ontem eu resolvi chupar uma laranja, e como TUDO que a gente come ele quis, dei e olha ai como curtiu: