quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Sobre você

"Why do birds, suddenly appear?
Every time you are near
Just like me, they long to be
Close to you


Why do stars, fall down from the sky?
Every time you walk by
Just like me, they long to be
Close to you


On the day that you were born, the angels got together
And decided to create a dream come true
So they sprinkled moon dust in your hair
Of gold and starlight in your eyes of blue (no teu caso green né filhão kk?)"




   Hoje eu vim aqui falar sobre você meu filho, sobre esse turbilhão de sentimentos dentro de mim com a aproximação do seu primeiro aniversário.
  Sabe Nicolas, muito antes de você nascer, logo que eu descobri estar grávida te escrevi uma carta. Essa carta se perdeu, espero um dia achar ela no meio da minha bagunça, rs... Enfim, nela estava escrito mais ou menos assim: " Meu bebe, quando te imagino vem na minha cabeça a imagem de um menino loiro brincando na praia, me perdoe se você não for menino, ou muito menos loiro, mas não consigo te imaginar de outra forma (...)". Eu te imaginava assim filho, um menino bem moleque com o cabelo loiro todo bagunçado brincando na areia da praia, não tenho ideia do motivo, mas essa foi a primeira imagem que formei tua... Mais tarde, ainda grávida comecei a sonhar contigo, cada sonho a emoção de te ter nos braços  em outro plano tomava conta, nos sonhos você era recém nascido, tinha os cabelos escuros e sempre estava dormindo. Todo sonho era o mesmo bebe. Que emoção foi quando em um desses sonhos você me olhou nos olhos filho, matei a minha curiosidade e vi a cor deles, eram de um azul bem escuro, você me olhou profundamente, na alma, como faz até hoje. Tudo isso pode ser uma enorme coincidência, mas você quando nasceu era exatamente o bebe dos meus sonhos. Me emociono ao lembrar das primeiras vezes que te peguei neste plano e vi que você era real. O menino loiro ficou pra trás, o recém-nascido também.
  A vida real era mais dura que os sonhos, você chorava muito e eu te intitulei como um bebe bravo, que na realidade era apenas um bebe com dor, pois quando se livrava dela era o mais angelical de todos os seres nesta terra. Tenho uma teoria que precisamos passar por certas coisas, não sei exatamente o motivo por qual passei tudo o que passei nos seus primeiros meses filho, eu me sentia tão sozinha, tão cansada, tudo era tão difícil e você parecia nem mesmo gostar de mim, apenas do seu pai. Mas quando você estava bem era tão recompensador.... As vezes acho que passamos por tudo aquilo pra que eu me tornasse mais forte e uma mãe melhor para você. Mas esta fase passou, descobrimos suas alergias, consegui acertar uma dieta e você parou de chorar. 
  O tempo foi passando, seu cabelo castanho foi caindo, seus olhos azuis escuros foram ficando cada dia mais claros, se transformaram em um azul lindo e depois mudaram de novo, escureceram, viraram verdes! Um cabelo novo começou a nascer, seus choros foram dando lugar a sorrisos, sua personalidade difícil foi dando lugar a um bebe simpático  querido e extremamente carinhoso, apesar de voluntarioso algumas vezes. Parou de chorar toda vez que via pessoas e ao invés disso aprendeu a mandar beijos e chamar a atenção. Continuou amando o papai, mas se descobriu completamente apaixonado por mim. Cada vez mais eu conseguia ver realmente como você era, era como se uma venda fosse tirada dos meus olhos, você era o meu bebe dos sonhos sim, o bebe que eu sonhei a vida inteira, veio daquela carta pros meus braços. 
  Filho, aos meus olhos você é perfeito, sua pele morena clara faz uma combinação linda com seus cabelos loiros e olhos verdes, ah, como eu sempre sonhei em ter um bebezinho assim! Parece que foi exatamente como diz a música "On the day that you were born, the angels got together and decided to create a dream come true", pois os anjos se esforçaram o maximo pra criar você do jeitinho que eu queria! Tudo em você me encanta: Quando você vem me chamar a atenção quando não estou te dando bola, sua risada forçada quando pedimos pra você sorrir pra foto, sua gargalhada engraçada que nos faz rir juntos, seu jeito de me acordar todos os dias com carinhos, seus beijos babados, seu pézinho cheiroso e perfeito (mãe pode achar o chulé do filho bom ou ai já é demais? haha), aquele cheirinho do teu cangote, ah! que delicia, não existe perfume igual no mundo. Tua vozinha fina gritando DÁDÁDÁ o dia todo pra tudo e qualquer coisa, teu jeitinho fofo de falar, teus dentinhos separados que meu deus, são um charme! E quando você me chama de mam ou mama então? eu me derreto toda! E quando você resolve mesmo com medo se soltar e dar seus passinhos cambaleantes? me transforma na pessoa mais feliz do mundo! Sem nem mencionar quando estou triste que você fica fingindo que está rindo ou fazendo palhaçada pra me deixar feliz, como pode entender sendo tão pequeno! Acho que deve ser coisa de mãe mesmo porque eu te acho perfeito demais, um ser de muita luz, um verdadeiro anjo! Além da ligação que nós temos né filho? algo que só nós entendemos, com apenas um olhar seu eu já sei de tudo. O meu colo pra você é o único porto seguro que é capaz de salvar de tudo e de todos. Você faz eu me sentir uma super heroína, curando toda e qualquer dor e incomodo apenas com carinho.

 Filho este texto gigante e bobo é bem coisa de mãe mesmo, se acostume, que vem mais melação por ai... Mãe sempre acha seu filho o mais lindo, o mais esperto, o mais perfeito, e pra mim você é tudo isso e mais um pouco!! E isso que eu não falei nem da metade! Obrigada por vir completar minha vida meu anjo, você consegue ser a pessoa mais maravilhosa desse mundo pra mim, tudo o que eu sempre sonhei em um filho você tem, é sensível, carinhoso, perceptivo, lindo, inteligentíssimo.... Você é minha vida! Te amo além do amor.

sábado, 30 de novembro de 2013

11 meses


Meu anjinho completou 11 meses ontem e o dia foi tão corrido que não pude parar pra escrever... Nesse mês Nicolas teve uma evolução gigantesca, está mais esperto do que nunca, falando muuuuuito!! PRE-PA-RA que esse mês deu o que falar:
- Pesa 9,5 kg e mede algo entre 75 e 78 cm, não sei hahaha, continua usando tamanho 6-9 meses e tamanho G, tirando uma ou outra marca que usa tamanho 1 ano e continua calçando numero 18
- Ganhou mais 2 dentes em cima e o 3o já rasgou e está chegando!!
- Faz xixi no piniquinho 2x ao dia depois da soneca da manha e da soneca da tarde, avisa toda vez depois que faz coco na fralda pra gente trocar.
- Engatinha super rápido e corre segurando nas nossas mãos, anda segurando só uma mão na gente e arrisca alguns passinhos sozinho
- Fica em pé sem apoio por um pouco 
- Sobe escadas de todo e qualquer tamanho
- Da impulso pra descer sozinho o escorregador, só preciso pegar ele la em baixo
- Não estranha mais tanto pessoas desconhecidas ou de pouca convivência, se ele vai com a cara da pessoa vai tranquilo no colo, pega no rosto, olho, boca, sem a menor cerimônia; Mas quando não vai com a cara da pessoa, não a cristo que faça ele ficar hahahaha. 
- Mexe com todo mundo que passa por ele e adora atenção, principalmente se elogiarem ele, vira só sorrisos
- Aprendeu a bater palma e sempre o faz nas seguintes situações: sempre que ouve a palavra parabéns, depois de fazer xixi ou coco no peniquinho, depois de comer, quando ouve a palavra palma e mais outras situações que nao lembro
- Aponta com o dedinho
- Reconhece a mamãe, o papai, a vovó, o vovo e a dada (dinda) em fotos
- Tenta escalar tudo, mas não consegue a maioria kk
- Fala MUITO MAIS, o dobro, o triplo, sei la hahaha, tanto em palavras novas quanto em quantidade falada, passa o dia falando coisas como "dá", "ete" (este), "dá ete" (da este), "ito" (isto - fala junto com o dedinho apontando pra tudo que acha interessante), água (que agora fala certinho), "mam" (mamãe), papa (papa ou papai), au-a (cachorro), foi (flor), "âmo" (vamos), "dol" (gol), "bumbum" (carro ou moto ou caminhão ashdiuasd), sisssi (xixi), bobó (vovó ou vovô), dada (dinda), "ua" (lua, sua mais nova paixão), "uz" (luz), "bo" (acabou"), "maix" (mais), bisso (bixo), cacaca (cacaca asuidhauisd, quer dizer, coisa suja), "di" (jimmy, cachorro da minha mãe), "billy" (billy, outro cachorro haha), "nhaum" (não).... nossa ele ta falando muita coisa, o que ele mais fala são essas acima, mas ele repete muuuuuuuuuuuuuita coisa, fala coisas estranhas como "quéta" pra bicicleta, vida (sim, vida mesmo, quando a gente fala: polaquinhooooo da minha vida, ele repete "vida!"), natal (pra os enfeites que estão lá por casa e pela cidade) e outras coisas nada a ver.... reconhece e fala 4 cores: "co" (branco), "adul" (azul), "eide" (verde) e alguma coisa parecida com laranja que eu não lembro como ele fala exatamente hahaha, vou upar videos de ele falando depois. Sinceramente eu não lembro o que mais ele tá falando #mãedemerda, mas é bastantinha coisa. Além das coisas compreensiveis fala bastante coisa incompreensivel e sempre solta uns mamamamapapapapabobobodádádá
- Quando eu canto "da beijinho nas meninas" completa com "dádádá" (nota mental: upar os videos do nico e postar no blog)
- Provou sorvete (sem leite) e outras delicias esse mês. Eu tenho liberado quase tudo que ele pode, evito só dar muita fritura e dar muito doce, mas ele come de tudo mesmo das coisas que ele pode, inclusive mamão que não gostava antes. Come salada, azeitona, morango, kiwi, coisas azedas, amargas, salgadas, doces, de um tudo mesmo, não nega nada, a não ser que seja MUITO ruim mesmo, mas na verdade não tenho lembrança de nada que ele negou....  falando nisso já está comendo a nossa comida. Suas paixões atuais são ameixa, jabuticaba, sorvete, picolé, salgadinho, morango, azeitona, todos os tipos de suco e o velho amor: o pão.
- Passou do bebe conforto pra cadeirinha e AMOUUU ver os carros pela janela hehe
- Foi na piscina fria e curtiu também
- Como a maioria dos bebes e crianças é  apaixonado por animais e por água
- Entende o "não" e geralmente obedece, mas faz manha quando quer.
- Presta atenção em tudooooo e pega as coisas no ar, entende tudo muito rapido mesmo! 


ps. só pra constar, hoje, com 11 meses e 1 dia Nicolas começou a andar *-*

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

terça-feira, 29 de outubro de 2013

10 meses


10 meses do meu príncipe!! Já? nem acredito... tem passado tão rápido. Cada dia que passa ele aprende algo novo, está tão esperto e lindo. Cada dia esse negócio de ser mãe fica melhor, claro que tem suas partes ruins, muitas partes ruins, as vezes enche o saco, cansa, esgota, é trabalho 24 horas, mas a parte boa é tão boa! E está cada dia melhor.

- Pesa 9,000 kg e mede 75 cm, usa roupas tamanho 6-9 meses ou tamanho G (uma ou outra tamanho 1 ano), calça número 18 (meu pézudo hehehe)
- Fralda também continua no tamanho G
- O cabelo clareou e os olhos escureceram, está loiro de olhos verdes, cada dia mais gatinho!
- Agora engatinha na velocidade 5 e sobe pequenas escadas engatinhando
- Se levanta em toda e qualquer coisa até apoiado apenas na parede e também consegue sentar depois de levantar, vai bem devagarinho.
- Agora quando desce do sofá não precisamos mais segurá-lo pois ele não cai mais pra trás
- Agora anda bem agarrado nas coisas e também empurrando (cadeira, puf, carrinho, etc), além de segurando nas nossas mãos
- O máximo de passos que deu sozinho sem se segurar em nada foi 3
- Já fica alguns segundos parado em pé sem se segurar
- As vezes caminha segurando apenas uma mão em nós
- Da tchau, mostra a língua, estrala a língua, manda beijo e faz "yes". Geralmente se ninguém está dando bola pra ele começa a fazer alguma dessas coisas pra chamar a atenção, ele sempre quer as atenções voltadas par ele, rs
- Está cada dia mais independente, já brinca sozinho tranquilamente, já fica no seu quarto sozinho por um tempo, quando acorda durante o dia sai engatinhando me procurar pela casa
- Toma no canudinho- Agora faz aula de musicalização infantil, AMA as aulinhas e com elas está aprendendo a esperar e dividir. Está se tornando um ser sociavel, rs.
- Se quando era pequeno não gostava gente estranha e era super tímido, agora está mostrando a que veio, é MUITO metido, sempre quer as atenções nele. Se não estamos prestando atenção nele faz algo pra se mostrar. Chega a bater no braço dos outros pra olharem pra ele! Quando passeamos de carrinho ele fica dando tchau pra todo mundo, até quando não tem ninguém hehe.
- Agora já tem quase um dicionario, hahaha:
Coisas que fala sempre:
- Mãmã, mãm ou mãe - Mamãe
-Mama - mama
- Papa ou papai - Papai
- Papa - papa
- Bó ou bá - bola
- gum ou gól - gol
- hmmmm - bom

Coisas que fala as vezes:
- Uz - luz
- Bum - carro ou carrinho
- mai - mais
-Aua - água

Junção de palavras que já fez:
- mai papa (mais comida)
- papa hmmmmm (papa bom)
- Sinal de tchau com a mão e bum (passear de carro)

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Sumiço, Ansiedade de separação, educação e o que temos feito por aqui...

Ok, sumiço básico né? Quase 1 mês sem postar, acho que bati meu record! Minhas desculpas são: semana de provas, teclado estragado, bebe dormindo as 11 da noite... acho que é isso. Antes eu escrevia a noite quando o Nicolas estava dormindo, geralmente nos sabados, vez ou outra dia de semana quando chegava na facul, mas sempre durante o sono do baby, agora quando ele dorme estou tão cansada que durmo também assim fui adiando e adiando escrever no blog.
Ta, chega de desculpas, deixa primeiro de tudo eu atualizar um assunto antigo do blog antes que eu esqueça!
Primeiro olhem que coisa fofa:



Ansiedade de separação

  Pois é, Nicolas passou por isso dai, ele já demonstrava traços de ansiedade de separação bem antes, com uns 6 meses de idade mas ela só o "pegou" de vez quando estava quase completando 9 meses. Nicolas sempre foi meio grudado em mim, não engatinhava pra longe e mesmo brincando sozinho tinha que estar no mesmo comodo que eu estava, era o "bebe da mamãe", aí surgiu essa crise, ele grudou DE VEZ, era 24 horas comigo, eu não podia nem sentar ao lado dele, ele tinha que sentar no meu colo, se eu colocasse ele no chão ele chorava como se fosse me perder pra sempre, eu não podia nem por exemplo, deixar ele do chão no meu lado enquanto arrumava as roupinhas dele na comoda, ele tinha que estar GRUDADO. Não brincava mais sozinho, não queria comer direito e se comia era só se eu desse comida pra ele, pedia pra mamar o dia inteiro e acordava a noite pra checar se eu estava ali do lado dele. Gentem, foi tenso. Eu não conseguia fazer absolutamente NADA sem ele, era o dia todo grudado, canguru, sling, colo. Até pra dormir ele se agarrava em mim. E se estivesse com outra pessoa, com o pai, com a avó, com qualquer um ficava numa booooa, até me ver, se me via pronto, escandalo de novo. Como eu já sabia da crise, fiquei de boa só esperando passar, claro que me irritei algumas vezes, poxa nem ir ao banheiro sozinha? irrita! Mas tentei manter a calma pois sabia que uma hora ia passar, foi uma semana super tensa e outra um pouco menos até que passou.
 E olha que engraçado, depois que passou Nicolas se transformou em outra criança, agora ele engatinha pra qualquer lugar, inclusive pra fora sem se importar se eu estou ali perto, brinca agora a maioria do tempo sozinho, fica tranquilamente no seu quarto (que ele ama) sem precisar da minha presença. Mama menos, muito menos, chegou a passar 11 horas sem mamar. Já passou algumas tardes sem mim e não sentiu a menor falta. Come melhor que antes, mama não supre mais a sua fome. Está cada dia mais independente, inclusive da tchau quando eu deixo ele com a minha mãe e nem liga de eu sair. Pra não dizer que ele não sente mais minha falta, ele está ja habituado com eu chegar as 10:30 da faculdade, se eu me atraso por qualquer motivo chego la ele está chorando me chamando ou pedindo pra mamar. Meu lindo <3

Educação

Eu sempre tive a grande dúvida, quando começar a educar? quando começar a impor limites? nunca gostei de cortar as asas do meu filho e sempre deixei ele explorar muito, por a mão na comida, abrir as coisas, mexer em quase tudo (que não seja perigoso, claro). Mas fui percebendo que estava na hora de colocar certos limites já que o Nicolas começou a pegar umas manias que eu não queria que ele tivesse, por exemplo, não querer comer na cadeirinha, chorava quando eu dizia não e nunca me obedecia, joga tudo no chão compulsivamente e muitas vezes era agressivo, batia, chutava, beliscava, eu, os outros e até os cachorros! Mudamos as coisas por aqui, agora não é não, mesmo que chore. Comer é na cadeirinha mesmo que reclame, bater é proibido em toda e qualquer hipótese. Ele começou a entender, antes eu falava não ele chorava eu ia agradar e deixava ele fazer o que tinha proibido anteriormente só pra ele não chorar, isso fazia ele sempre chorar quando ouvia um não pois sabia que ia ter o que queria. Agora não é não. Se ele está indo em um lugar perigoso e eu falo não ele para na hora, me olha e me testa umas 3 ou 4x e então desiste e vai fazer outra coisa. Comer na cadeirinha tem sido um aprendizado, ele geralmente come bem quando está só comigo, se vê o papai pede pra sair na hora, faz escandaaaaalo, chama ele, mas estamos nos mantendo firmes então dia após dia tem ficado mais fácil. Quanto as agressões também nos mantemos firmes, não pode de jeito nenhum, e com isso ele tem aprendido a viver em sociedade haha, não machuca mais os outros bebes... Esta virando um gentleman esse meu filhinho. sqn


 O que temos feito por aqui 

  Passeado muuuuuuito, aproveitando o calor e indo ao parquinho quase todos os dias, indo na piscina, no jardim botanico, em todo que é lugar que dá pra gente ir a gente vai! hehe, estamos brincado bastante também já que o Nico tem interagido cada dia mais. Cada dia que passa fica cada vez melhor <3
Nicolas infelizmente está tendo mais uma reação, imaginamos que é por uma linguiça toscana que eu comi, voltamos ao ponto 0 e nem eu e nem ele vamos consumir mais traços, mudamos de medica e ela quer esperar pelo menos 6 meses pra tentar de novo :( infelizmente ainda estamos longe se estar livre da APLV.
Mas no mais estamos bem, cada dia uma arte nova do seu Nicolas, cada vez mais esperto e lindo!! Amanhã completa 10 lindos meses e cada vez mais me enche de orgulho.




terça-feira, 8 de outubro de 2013

Água de coco

Nicolas foi ao mercado com a vovó, quando voltaram perguntei:
- Conta pra mamãe filho, o que você fez com a vovó? (em uma pergunta retórica, sem esperar resposta)
Ele respondeu
- Auá, auá, auá
- Quer água filho? - achando que ele estava com sede
A minha mãe explicou: - Ele tava está contando que tomou água de coco!

Awnnn <3 perde a mamãe por te subestimar filho!



domingo, 29 de setembro de 2013

9 meses


PARA TUDO. 9 MESES GENTEMMM
9 meses pra mim é um marco histórico, rujam os tambores!!! (menos, beeeeem menos) Claro, não é tão histórico quanto 1 aninho mas vá lá, tem sua importância né? É aquela faze que o bebezinho inho vira bebezão ão.
Esperei muuuuito por essa data, desde a gravidez imaginava como estaria meu bebe aos 9 meses...  Ela chegou! Meu bebezão ão está quase tão esperto quanto um chimpanzé. Acende e apaga a luz, engatinha, se agarra nas coisas e fica em pé, ensaia um ou outro passinho e balbucia suas primeiras palavrinhas. Que delícia estar viva pra presenciar esses momentos (não é exagero não, qualquer momento pode dar um raio na nossa cabeça e catapluft, já era!).
GENTE, tirando minhas loucuras, falando sério agora: aguardem essa data 9 meses. É uma fase maravilhosa! O bebe ainda é um bebe (JURE) dependente de você mas agora tem façanhas, esse bebe se locomove, enxerga bem, ouve bem, tem domínio das mãos e faz gracinhas. Awnnnn.
Eu o chamaria de: o explorador, ou melhor, Nicolas, o explorador. É assim, ele sai pra engatinhar, ops, explorar, encontra um objeto qualquer no caminho, então ele pega o objeto, vira de todos os lados, passa de uma mão pra outra, passa a mão pra sentir a textura, bate pra ver o som, poe na boca, joga longe e vai achar outro objeto pra explorar, rs, é assim o dia todo!

- Continua usando fralda G, não sei quanto está pesando mas deve estar com 8,5 kg mais ou menos, e medindo uns 71, 72 cm... descobrirei semana que vem! Só sei que deu uma espichadona esse mês, está gigante *-*
- Aprendeu engatinhar certinho e engatinha MUITO rapido, vai pela casa inteira , desce degraus pequenos e sobe e desce do colchão do quartinho
- Já se levanta sozinho, se  agarra em todo lugar pra tentar levantar e se não consegue da as mãozinhas pra gente ajudar
- Anda agarrado nas coisas mas não domina completamente essa arte, ele prefere andar segurando nossas mãos (andar não, correr, ele se agarra nas nossas mãos e vai que nem um jato)
- Chuta e empurra a bola, essas são suas brincadeiras favoritas
- Entende a palavra "cadê". Quando perguntamos: "cade papai?" "cade vovô?" "cade o Jimmy (cachorro)" "cade a luz" e "cade a mamãe" ele olha na direção certa.
- Ainda não consegue sentar sozinho quando está em pé, na verdade ele consegue mas cai com muita força então eu prefiro ajudar hehe
- Começou a fazer o movimento de pinça
- Voltou a me acordar com carinhos, sempre acordando eu e depois o pai
-Também voltou a mandar beijos, mas só quando está com bom humor
- Aprendeu a dar tchau, mostrar a língua e fazer "yes"
- Fala as seguintes palavrinhas: mamá, mam ( mamãe ), papa ou papai (pra papai, rs) e luz (sua maior paixão) e parou de chamar bum (bumbum, carrinho).
- Aprendeu a ascender e apagar a luz
- Agora sabe se defender dos cachorros, quando chegamos na minha mãe e eles vão lamber a cara dele ele não deixa
- Regredimos e cortamos os traços de leite da dieta dele
- Deu seus primeiros passinhos (2 hahaha)
- Não se afoga mais de jeito nenhum, mastiga todos os alimentos mesmo só tendo 2 dentes e se é algo com pedaço grande ele cospe
- Está passando pela terrível fase de ansiedade de separação e um grudeeeeee comigo (vou contar melhor num post aparte)
- Depois que mudei o quartinho dele colocando o colchão no chão ele nem sempre me chama a hora que acorda durante a tarde, as vezes ele sai do quarto me procurar
- Ta fissurado por gavetas, tenta abrir todas
- Ama beijos, abraços, beijinhos de esquimó
- Adora música e fica louco quando vê alguém tocando violão
- Engatinha até o banheiro e bate na porta quando quer banho, bate na porta da frente quando quer passear e engatinha ate a cozinha quando quer comer
- Passa da posição de 4 pra sentado com facilidade
- cada dia aprende algo novo e eu provavelmente vou esquecer de colocar metade das coisas aqui!



'Cause you're my sunshine
To keep me warm,
You're my shelter and my hideout
In rainy days and storm.
(...)
You're the reason I am living
And to you I owe a lot
And I'm happy for what you've given
You're everything I've got

Hoje eu acordei com essa música na cabeça, filho. Coincidentemente lembrei depois que hoje é dia 29 e como todos os outros dias 29 uma felicidade imensa me invadiu, hoje você completa mais um mês! 9 meses de muito amor e felicidade... Acho que essa música define muito bem como me sinto. Realmente, hoje, sem você eu não sou nada, você é o meu melhor lado, meu melhor sorriso, meu melhor abraço, meu orgulho.
Hoje eu acordei te amando mais, meu amor, como todos os outros dias que acordei do seu lado. E esse amor não só preenche, como transborda. Feliz mêsversário filho!



(Curta essa foto pro Nicolas participar do espetaculo de dança Rei Leãohttps://www.facebook.com/photo.php?fbid=471587336272042&set=a.471571219606987.1073741831.204121693018609&type=1&comment_id=46241788&offset=0&total_comments=10&ref=notif&notif_t=photo_comment_tagged )

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Natural

 Tenho tido a impressão de que hoje em dia as coisas são meio forçadas. Tudo tem horário, tudo tem regra. Começa no parto que já é marcado com antecedencia no dia exato e o bebe, sem saber de nada, é retirado bruscamente muitas vezes antes da hora do seu confortável lugar do útero. Depois que nasce a coisa piora, o bebe não pode simplesmente ser bebe, ele tem que ser independente desde o primeiro dia de vida, dormir sozinho, dormir a noite toda, não pedir colo, não chorar. Tem que mamar 10 min em cada seio exatamente a cada 3 horas durante o dia e engordar exatamente 24 gramas por dia nos primeiros meses de vida. Parece que querem um mini robo que corresponda exatamente como dizem as tabelas, sem perceberem que um ser humano não pode ser tabelado. Um recém nascido precisa de muito contato com a mãe, mamar é sua forma de existir e se conectar ao seu universo que é a mãe, vejo como uma grande violencia a forma com que muitas vezes somos ensinados a tratar o bebe, sem respeitar suas necessidade básica de afeto, amor, carinho e alimento. Não digo que sou contra rotina porque o bebe precisa de consistência, de saber o que vem depois, isso o tranquiliza. Mas isso não significa padroniza-lo e esperar que ele aja exatamente como os livros dizem. Cada criança é única, cada bebe tem um ritmo para mamar, uma necessidade maior ou menor de afeto.
  Por muito tempo achei que meu filho havia vindo com defeito de fábrica já que ele não dormia a noite inteira desde o primeiro de vida, não dava intervalo de 3 horas pra mamar e porque requisitava o colo várias vezes (e eu adorava dar, mesmo quando ele não pedia). Demorei pra entender que era normal tudo isso, e que eu estava esperando demais de um simples filhotinho assustado de humano. Poxa, se eu do nada saisse da minha morada, pequena, apertada, escura, barulhenta, pra um lugar onde tudo é claro, barulhento, grande, diferente, eu iria querer ficar pertinho da única pessoa que eu conheço, no caso do bebe, a mãe.
  Hoje em dia é exigido tanto desses filhotinhos, é colocada tanta pressão pra que façam tudo cedo, tudo antes do tempo. Falar cedo, andar cedo, engatinhar cedo, desmamar cedo, dormir sozinho cedo. E o tempo do bebe? Quem disse que tem que sentar aos 6 meses, engatinhar aos 9 e andar com 1 ano? Desmamar exatamente aos 2 anos? por quê? E se a criança fez algo mais tarde que essas datas estipuladas os pais já vão logo se desculpando: "Ele era preguiçoso" "Era mais gordinho..." " andou tarde mas falou bem cedo", etc... E o tempo da criança?
  Eu acredito muito em que na hora certa tudo acontece, penso que além do desenvolvimento físico, a criança precisa ter um amadurecimento emocional para alcançar certos marcos. O que eu acho engraçado é que há uma competição velada entre as mães pra ver qual é o bebe mais "esperto", o que faz tal coisa mais cedo. Como se isso fosse uma prova de inteligencia, o que não é! Você nunca vê alguém comentando assim: "é claro que eu sou mais inteligente que você, eu andei com 10 meses e você só andou com 1 ano e meio!" porque isso não faz a menor diferença, rs. Eu na realidade nem sabia com quanto tempo tinha andado até esses dias, quando fui perguntar pra minha mãe. Eu andei com 1a e 2m e o Jean aos 11m, como isso também tem influencia genética imagino que com 1 ano, 1 ano e pouco Nícolas esteja andando. E se não tiver não terá problema algum, porque isso não fará a menor diferença na vidinha dele hehe.
 Quando meu filho completou 6 meses comecei a sentir na pele o drama dessa competição, todo mundo me perguntando se ele já engatinhava e quando eu dizia que não me olhavam com um olhar de pena e diziam algo como: "mas logo ele engatinha, você vai ver!" ou "mas tem criança que nem engatinha né?". Cheguei a ficar preocupada com o fato de ele não engatinhar até que desencanei: cada criança é única! E pronto, aos 8 meses e meio ele engatinhou lindamente, me segue pela casa e gosta de explorar os cômodos mas ainda não vai muito longe de mim, pois tem medo e se esta em um lugar desconhecido também da uma travadinha básica (ó aí o amadurecimento emocional que eu falei).
  Eu sofri também com o fato de ele dormir comigo (como vocês já sabem), porque tem uma pressão social gigante e até um preconceito com a cama compartilhada, que é vista como algo ruim "aquele bebe ainda dorme com os pais", até chamam os pais de incompetentes por tabela por "não conseguirem ensinar o lugar correto de dormir pros seus filhos". Poxa, comigo nem é uma questao de conseguir, é de não querer mesmo. Eu AMO dormir com meu filho e não tenho ainda como deixar ele dormir longe de mim. Ainda não é natural pra mim ficar longe do meu filho bastante tempo. Com o tempo será, mas por enquanto ainda não é. Dormir longe do meu filho, hoje, é algo antinatural e sofrido que não tem motivos pra eu passar apenas pra ter uma aprovação social. Assim como o peito, ainda oferecido a ele em livre demanda, está longe de sair de nossas vidas. Eu não to pronta, ele não ta pronto. Quando isso vai ser? poxa, não tem como prever.... Não sei quando nós dois estaremos prontos para dormir separados, para cortar o vínculo da amamentação, para passar um fds longe, pra ele dormir na casa da avó. Não sei quando ele estará pronto para largar as fraldas, para andar, para ficar longe de mim mais tempo, pra dormir a noite inteira. O que eu sei é que vou respeitar o tempo do meu filho, que é uma criança normal, saudável e esperta, mesmo que critiquem, que achem ruim, que achem feio. Acho mais feio eu forçar algo que ainda não é natural só pra agradar os outros. Cada criança é única, cada bebe é um universo novo a ser explorado, cada um tem seu tempo, suas peculiaridades, seu apetite, seu sono, seus apegos, manias e coisas intrínsecas que nem a ciência consegue explicar. Mas acima de tudo cada ser humano na Terra é único e merece respeito!
Pra mim, eu respeitar meu filho é respeitar a personalidade dele, ajudando a superar seus defeitos, a melhorar as qualidades, é eu respeitar o tempo dele de fazer cada coisa, sem me importar com a pressão social de que ele seja mais rápido, maduro e melhor em tudo, mesmo que o tempo dele seja maior do que o que o do bebe da vizinha. Pra mim, respeitar o meu filho é entender que ele é um bebe, e vai agir como um bebe e não como um adulto.
Calma genti, sou só um bebe tá?


domingo, 15 de setembro de 2013

Primeiras vezes

Faz tempo que não atualizo o blog né? Nesse tempo muita coisa aconteceu... acompanhem:

Aiai... a vida desses serzinhos novos no mundo é tão cheia de descobertas e novidades... Cada dia é uma nova experiencia, uma nova aventura! O Nicolas já teve tantas primeiras vezes e ainda terá tantas outras! O primeiro dia de aula, o primeiro boletim, o primeiro andar de bicicleta, o primeiro aniversário, o primeiro amigo, a primeira namorada, o primeiro carro... Me emociona vê-lo crescer tão lindo,saudável e esperto, espero do fundo do coração poder vivenciar ao lado dele todos esses momentos simples mas especiais e únicos.
  Estou escrevendo esse post pra ficar registrado algumas primeiras vezes que ele teve nesses últimos dias, pois não quero que o tempo apague da minha memória essas partezinhas tão importantes da vidinha dele!

Primeira "pintura" (fail):
Foi uma vergonha, ele gostou, pegou na textura, comeu todas as cores, mordeu o pincel mas nada de pintar! Não foi dessa vez a primeira obra de arte do meu pequeno,rs. Pelo menos rendeu essa foto fofa, olha:



Primeira vez na piscina:
foto porca do cel
Foi legaaal, bem legal, tirando que ele ficou com dor de ouvido depois, rs... Ele viu a piscina e PIROU, ele ama demais água, então quando viu aquela "banheirona" ficou loucoooo só queria saber de sair do meu colo e entrar la. Entramos e ele ficou com medo, pode isso? queria só ficar no meu colo e se eu deixava ele mais solto pra ele "nadar" ficava com medo e se agarrava em mim.. mas no mais ele gostou muito,bateu as maos, os pés e quando começou a querer sair fomos embora. Ele cansou com a brincadeira e quando saiu de lá foi só almoçar,mamar e soninho, gostei e quero repetir!


Primeira engatinhada:
Sábado passado dia 7 de setembro de 2013 Nicolas engatinhou "certinho" pela primeira vez aos 8 meses e 9 dias e quase me matou de orgulho *-*. Estavamos na casa de um amigo e do nada ele começou engatinhar, fui chamar uma amiga pra ver e quando voltamos ele parou e não conseguiu mais. Aí na terça do nada também começou engatinhar, engatinhava um pouco e pedia colo, ficava com medo da descoberta hehe, e foi assim toda a terça, na quarta ele ja se soltou mais e engatinhou pela cozinha toda, na quinta ja tava expert indo pra qualquer lugar! (Sim, eu sei que tem crianças que engatinham com 5, 6 meses, meu filho engatinhou agora ok?) to achando coisa mais linda do mundo ver ele explorar a casa, acho muito fofo ver um bebe engatinhando! Tem vezes que ele da uns rompantes e vai que nem um furacão super rapido,tem outras vezes que ele esquece como faz,fica na ponta do pé e demora um pouco pra lembrar como que faz hehe




Primeira vez que viu a própria sombra:
No mesmo dia em que engatinhou descobriu a própria sombra, sorte que o papai estava com o tablet em mãos para registrar o momento

Chupando o primeiro pirulito:
Eu não lembro exatamente o dia que foi mas foi uns dias antes de completar 8 meses, preciso dizer que ele amou?




Brincou com outra criança pela primeira vez:
 Fizemos um encontro de mamães aqui na cidade, com isso o Nicolas teve a oportunidade de pela primeira vez interagir com crianças da idade dele, com esse tamanho eles ainda não conseguem brincar muito com outros babys, mas na medida do possível Nicolas empurrou a bola pros outros babys, engatinhou atrás deles, tomou as coisas das outras mãozinhas, hehe, já é alguma coisa né?
Nicolas e seus amiguinhos João Guilherme e Vinícius 

Pedindo banho pela primeira vez:
Agora que ele engatinha, vai até a porta do banheiro e começa a bater ate a gente abrir, quando abrimos ele engatinha ate o box,posso com isso? e tenta tirar ele do banheiro pra ver, é um escandalo! A primeira vez que ele fez isso foi essa semana a noite na minha mãe,ela contou e eu não acreditei,no outro dia vi com meus prórpios olhos hehe. Nessa ele tem tomado uns 3 banhos por dia... acho que ele tem pedido tanto por causa do calor que tem feito. Fiz esse vídeo super porco de cabeça pra baixo mas que da pra ter uma noção de ele batendo na porta do banheiro hahaha

Cantando pela primeira vez:
SIM, cantando! posso com isso? ele há um tempo "canta" ããn ããñ,ãaããn,ããn quando a gente ta cantando pra ele dormir mas ontem pela primeira vez fez isso ao ouvir uma música, liguei o rádio e ele começou ããñ ãããn pra um sertanejo universitário qualquer,muito fofo! repetiu isso varias vezes mas ainda não consegui filmar :(

Aprendendo a bater
Há 2 semanas Nicolas aprendeu que bater é divertido, rs agora quando vai explorar algo novo bate pra observar o som que sai, também começou a bater no cadeirão pra pedir papa e bater na porta pra gente abrir como no outro vídeo ele pedindo banho (mereço isso??)

Primeiro dentinho:
Eu sei que a notícia é velha tá? Os dentinhos do Nicolas nasceram quando ele tinha 7 meses, mas ate agora não contei como foi... Enfim, tava aqui na sala diboa, ele brincando no sofá do meu lado, eu no computador (me julguem) quando de repente ele colocou o pé na boca, normal né, sempre faz isso, mas ele colocou o pé na boca e deu um grito, começou a chorar, pensei que ele havia se machucado, fui olhar a boquinha dele tinha um rasguinho. Achei que era dentinho mas deixei quieto até ter certeza, ele ficou meio irritado durante o dia mas foi tranquilo, dois dias depois ele choroudo nada e fui ver havia outro rasgo, alguns dias depois estavam lá os dentinhos *-* foi super tranquilo sem febre nem nada...

Primeira vez que pediu colo:
 Ai que vergonha, isso já fazem 2 meses mas eu ainda não havia registrado! na verdade nem sei direito quanto tempo faz, sei que faz tempo! Acho que ele tinha uns 6 meses quando começou a dar os bracinhos pra nós, mas é engraçado que ele ergue os bracinhos só até a metade e não até bem em cima como as outras crianças haha

Primeira vez que pediu colo II:
 Agora que ele engatinha, quando quer colo vem até mim e se agarra nas minhas calças tentando me escalar ou abraça minhas pernas awnnnnnnn


Deu seus primeiros passinhos:
SIMMMMMMMM ele deu hoje dia 15-09-13 seus primeiros passinhos sem se segurar em nada, o que me surpreendeu ja que ele nao fica bem em pé sem apoio ainda, enfim, não consegui filmar porque igual no dia que ele começou engatinhar ele ta com medo, eu solto ele ele começa a chorar e sai "correndo" uns 3 passinhos em minha direção e se agarra em mim... assim que eu filmar eu posto no blog! mas não se animem, ele ta longe de andar, é só uns minimos passinhos que ele consegue ta? E se calmbaleando tudo hahahahaha


Bem, essas foram as coisas que eu lembrei por enquanto... Ah, e eu mudei o quartinho do Nicolas como havia contado aqui que queria fazer, fiz um quartinho montessoriano pra ele, ta ficando bem legal, logo faço um post no blog sobre! No mais acho que é isso, não tem muita novidade pra contar, só que o Nicolas ta começando a aprontar, ta fascinado por gavetas, tenta abrir as do quarto dele e quando ve que estao abertas "corre" pra tirar as coisas de dentro, rs...
Beijos pessoal, até a próxima

ah, antes de ir só mais um vídeo pra aproveitar que estou upando no youtube: morram com tanta fofura *-*


quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Antibiótico

   Eu sabia que esse dia ia chegar, mas jurava que ia demorar um bom tempo ainda... Enfim, ele chegou, Nicolas pegou sua primeira gripe forte, infecção de ouvido e garganta e primeiro antibiótico.
  Eu vou confessar: nunca imaginei que meu filho tomaria antibiótico antes dos 2 anos de idade. Sei la, sempre parece um troféu... As mães falam: "esse daqui só tomou antibiótico depois dos 2 anos" e sorri orgulhosa do seu feito. Pra mim o segredo era : amamentar, dar alimentos saudáveis e não colocar na escolinha. Pronto, teu filho nunca fica doente, fim. E bem, eu faço isso com meu filho hehe e modéstia parte acho que cuido razoavelmente bem dele, não achei NUNCA que ele ficaria doente.
oi genti, to dodói
  Ai ele pegou um resfriadinho, normal né? nariz escorrendinho, comendo pouco... Já passa. E foi indo, e não foi passando... e eu levei ele na piscina no sábado (térmica, ok?) e sai com ele a noite, fomos na formatura da minha mãe e depois na pizzaria (notei que ele tava chato e manhoso,achei que era sono), no domingo fui ate a casa da minha mãe a pé e estava um super vento, eu nunca saio com ele no vento, mas começou a ventar quando estávamos na metade do caminho, não quis voltar. Tudo isso agravou a situação, sim eu sei que a culpa é minha, sim to me sentindo péssima por isso, quem nunca? (em minha defesa, o Nicolas é MUITO forte, eu nem imaginei que ele estivesse doente, ele só estava com o nariz escorrendo um pouquinho e comendo menos, o resto ele estava completamente normal e feliz, tanto que eu havia levado ele na pediatra na quinta feira e estava tudo bem com ele!). Enfim, não adianta chorar pelo leite derramado né?
  Voltei da casa da minha mãe no domingo, dei um banho nele e dormimos as 7 da noite (eu estava muuuuuito mal de gripe) até aí tudo certo, até chegar a madugada. Ah, que madrugada  hein? foi O CAOS. Nicolas acordou as 11 da noite e não dormiu mais por NADA nesse mundo, ele chorava chorava e chorava, deu febre, ele não conseguia mamar... Fiquei desesperada, dei banho, remedio, fiz de tudo e mais um pouco e ele não parava, quando eu já não sabia mais o que fazer coloquei ele no carro e sai pra ir no postinho de saúde, com o balanço do carro e o barulho ele acabou dormindo, mudei de ideia e voltei pra casa, isso já eram 3 da manhã.
  No dia seguinte ele acordou umas 7 da manhã chorando bastante, eu estava certa em levar ele no medico, ele estava super manhoso, uma mãe sabe quando o filho não está bem! O pai dele achava desnecessário, mas eu insisti, fui almoçar na minha mae e já liguei na pediatra dele, ela mandou eu leva-lo na hora.
  Chegando lá a pediatra falou que ele estava com ótima aparência (estava sorrindo e brincando com ela, pode isso?) ela até chegou a duvidar do que eu falei, até que ela olhou os ouvidinhos e a garganta dele. E soltou um: "-infelizmente, vai ter que ir pro antibiótico".
  Pronto meu mundo caiu.
fazendo inalação e vendo baby einstein
 Eu percebi que ele não estava bem, mas antibiótico? Pra mim antibiótico é coisa séria, não se da assim por qualquer coisa pra bebes, então ele não estava bem mesmo. Me senti a pior mãe do mundo. Pra que levar na piscina? Pra que levar na pizzaria? pra que sair no vento? Pra que eu achar que ele estava bem se ele claramente não estava bem? Momento mãe-de-merda total. Aquela receita de remédios parecia mais um atestado de "Pior mão do ano". Sai de lá me sentindo muuuuito mal, fui direto comprar os remédios e fazer uma tabela de horários pra ele tomar...  Graças a Deus que meu filho é muito forte mesmo, pois no dia seguinte (terça-feira) já acordou bem, comeu bem, brincou, ficou feliz e animado, só no final do dia que ficou mais manhoso e durante a madrugada que seu narizinho trancou algumas vezes e tivemos que levantar fazer inalação e espirrar salsep pra ele poder voltar a dormir. Eu também estou melhor só com uma tosse chata e um pouco de dor de garganta, mas aos poucos tudo vai se ajeitando. E quanto a inalação, na primeira vez ele super estranhou, não queria fazer de jeito nenhum, aí tive que me render ao desenho animado pra ele se entreter e deixar eu fazer ou fazer enquanto ele estava dormindo, mas agora já acostumou e tem ficado quietinho pelo menos uns 5, 10 minutinhos pra eu fazer.


ps. quanto ao desenho ele não assiste normalmente, acho que tinha visto 1 ou 2 vezes antes desse dia
ps2. não, não é galinha pintadinha ashdiuas
ps3. Ele aprendeu a se levantar no berço esse fofo
ps4. Não esqueci das metas, domingo eu venho pra contar como esta sendo essa semana *-*

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

8 meses



Nossa esse mês foi simplesmente INCRÍVEL, Nicolas se desenvolveu e mudou muuuuito, depois que ele completou 6 meses só tem me surpreendido. Ele passou por uma fase terrível de pseudo-adolecencia que achei que meu filho seria chato pra sempre, passou umas 2 semanas me batendo, mordendo, beliscando, puxando meus cabelos, não aceitando babador, touca, nada, querendo fazer tudo sozinho, mas graças a Deus passou, ele continua me beliscando e se jogando do meu colo pra ir no chão, mas tenho apanhado* menos dele hehe. Anda esperto demaiiiiiiis, só quer saber de ficar no chão, de preferencia "andando" com a gente segurando as mãozinhas. Sempre me perguntam se ele já tem 1 aninho tamanha a esperteza do rapaz.

Nesse mês ele:
- Está na fralda G, pesando 8,200 e medindo 69 cm
- Engatinhou de um jeito esquisito
- Aprendeu a descer do sofá
- Aprendeu a descer do bebe conforto
- Tenta descer de todo e qualquer lugar
- Ta super fiminho, andando bem segurando nossas mãos e também começou a andar agarrado nas coisas. E consegue ficar 1 segundo em pé sem se segurar em nada hahaha
- Ganhou seus 2 primeiros dentes
- Continua dormindo na cama, acorda poucas vezes a noite
- Agora raramente me acorda com carinho :(
- Começou a espernear pra trocar fralda, se contorce, grita e tenta fugir, adora tirar tudo mas pra por é dificilimo
- Está muito mais sociavel, se vai em um lugar mexe com todo mundo, adora ser o centro das atenções
- Fala "mam" ou "mám" pra mamãe, mamá pra mamá, rs e "bum" pra carro
- Quando perguntamos como o bum bum faz ele imita o som assim
- Está consumindo produtos com traço de leite, e come de TUDO mesmo só não foi com a cara do mamão
- Grita quando contrariado
- Fica sentadinho bem quietinho no cadeirão para comer, mas assim que termina começa a gritar e se jogar pra trás pra sair
-  Anda super sociável, mexe com TODO mundo com seus "ahh, eeeh, ahhh"
- Da beijo no rosto e abraça, mas ultimamente não tem mais mandado beijinho como fazia
- Ama cachorro, faz carinho neles, mas já bateu em uma cadelinha da minha mãe que pegou um brinquedo dele
- Passa objetos de uma mão para outra
- Já consegue passar da posição sentada par de 4 e vez ou outra da deitado pra sentado


"Filho, esse mês você decaptou um ursinho, engoliu um pedaço de e.v.a., beliscou a pediatra, se escondeu embaixo da cama e me seguiu até a cozinha pela primeira vez. Me chamou de mamãe e deu os bracinhos pra vir no meu colo. Ganhou dois dentinhos e aprendeu que morder dói usando isso a seu favor. Aprendeu a descer do sofá, do bebe conforto, do colo. Grita alto, foge pra não por a roupa, chuta, bate, belisca, morde e puxa cabelo, arranca touca, bone e babador, joga as coisas longe quando está com raiva. Mas também da beijo, abraço, faz carinho e denguinho, adora beijinho de esquimó e carinho pra dormir, inclusive faz carinho em você mesmo quando está com sono, rs. Sorri muito e qualquer coisa te deixa feliz. Fica doidinho quando ve que eu cheguei da aula e só quer saber de mim. Me olha com os olhos mais doces do mundo e faz carinho no meu rosto ou brinca com meu cabelo enquanto mama. Chamou o carro de 'bum' e aprendeu a imitar o som que ele faz. Anda se segurando no sofá. Cai, levanta. Nem doeu. Nem chorou. Dorme agarrado na minha roupa e com as pernas em cima de mim, pra garantir que eu não saia de perto, acorda só pra checar se estou ali e me fazer carinho. Passa o dia me chamando "mam", "mam", "mam".

Parabéns pelos seus 8 meses de vida aqui nesse mundão, filho, a partir de agora você está há mais tempo "fora" que "dentro"."

Como diz na canção, te amarei de janeiro a janeiro, até o mundo acabar 



terça-feira, 27 de agosto de 2013

Colocando tudo no lugar


  Cheguei, anunciei a separação e sumi, né? Vocês devem estar achando que morri hehe. Calma, to vivinha da silva, bem sussa aqui com o filhote. Estamos em processo de separa-não-sei-se-separa, rs. Estou na casa da minha mãe por uns dias até decidir o que é melhor, estou vendo tudo isso como um tempo pra amadurecimento pra nós (olha, falei bonito!). To bem, Nicolas melhor ainda curtindo muuuito a temporada na casa da vovó (eles se amam demais, fico até com ciumes). Logo tudo vai se acertar, mas esse tempo está sendo essencial para que nós possamos repensar nossas atitudes e tranformar nossa casa em um lar, sem brigas e sem discórdia, estamos conversando e acertando tudo pra que a gente possa conviver em harmonia (tres pessoas com personalidade forte e tanta brabeza é complicado conviver junto sem algumas regras básicas) Enfim, esse post eu já queria fazer antes de tudo isso começar a acontecer... Tudo isso só me impulsionou mais.
  Eu não gosto muito de promessas de fim de ano, pra mim parecem tão vagas! Então resolvi que queria mudar algumas coisinhas e pra isso traçar algumas metas e colocar o desenvolvimento de tudo isso aqui no blog 1 x por semana, tipo um diário mesmo. Vou tentar ser o mais honesta possível, prometo! Então bora?

Sobre o Nicolas:
 - Fazer 3 passeios por semana com ele em lugares que ele goste. (passeamos quase todo dia, mas dificilmente saio só pra ele se divertir, nossos passeios são uma caminhada até o banco, visita na casa da minha amiga, etc... quero mudar isso!)
- Ler pra ele todos os dias (quase sempre leio pra ele, mas as vezes passo batido, quero criar um "horário de leitura" e que isso vire um hábito pra nós)
- Acordar feliz e animada, brincar com ele de manhã cedinho mesmo que sejam as 6 da manhã e não ficar chateada com ele se ele acordar cedo, muito menos ficar reclamando e implorando pra ele voltar a dormir (não preciso falar nada né? dificuldade expert essa)
- Traçar as atividades que o papai vai fazer (só cobranças vagas como "você não me ajuda com o nenem" não adianta nada, por isso vamos dividir por exemplo: segunda feira você troca a fralda de manhã, na terça eu)
- Criar uma rotina (morri pela lingua né? fala bem a verdade se não? eu que digo que ODEIO rotina estou me vendo obrigada a criar uma, já vou avisando que não vai ser nada rigido, mas EU preciso organizar MEUS horários e adapta-los as necessidades do Nicolas, pra eu ajeitar minha vida, minha faculdade, minha casa e meu tempo ativo como mãe)
- Criar uma rotina alimentar, balanceada e equilibrada com auxílio da pediatra, doces só fds (tanto pra mim quanto pra ele)
- Parar de comprar coisas por impulso, fazer uma lista do que ele REALMENTE precisa e pesquisar preços
- Vender o berço e comprar a cadeirinha pro carro
- Começar as coisinhas pro aniver dele (lista de convidados, arte, pesquisa de preços, etc)
- Revelar as fotos dele
- Completar o album do bebe dele
- Fazer uma atividade diferente na semana (tinta comestivel, teatro de fantoches, etc)

Sobre a casa:
- Arrumar a cama todas as manhãs assim que acordar (parece óbvio mas eu não tenho esse costume)
- Dividir as tarefas da casa, fazer uma rotina pra semana e segui-la a risca
- Criar regras de boa convivência (tirou do lugar devolve, etc... parece obvio também, mas pra mim vai ser muito dificil, sou muito desorganizada)
- Não deixar nada acumular (comeu lavou, derramou migalha, varreu)
- Lavar roupa um dia sim um não
- Imprimir frases animadoras e legais e colar pela casa
- Pintar as paredes de cores alegres
- Colar as regras e a rotina familiar na geladeira
- Fazer listas das coisas que faltam pra comprar
- Comprar enfeites pra estante
- Fazer uma faxinona 1x ao mês
- Fazer um quarto montessoriano pro Nicolas

Sobre eu mesma:
- Começar a fazer alguma atividade física (necessíto pra não pirar)
- Parar de comer e comprar por impulso
- Ficar em silêncio na hora da raiva
- Não descontar nos outros as minhas frustações
- Contar até 10, 20, 30, o quanto for necessário para me acalmar
- Ler 1 livro por mês pelo menos
- Caminhar, caminhar, caminhar, todos os dias que for possível (renova meu espírito)
- Ter uma alimentação saudável e balanceada, porcarias só fds!
- Meditar pelo menos 5 minutos todos os dias (essa vai ser dificil)
- Orar todos os dias (nem que sejam 5 minutinhos)
- Tratar bem as pessoas ao meu redor mesmo que eu não goste
- Falar com calma mesmo que eu queira gritar
- Dar sempre bons exemplos pro meu filho (parar de falar palavrão ou discutir na frente dele)
- Fazer o máximo possível pra seguir a rotina a risca e ser uma pessoa organizada e calma (ceus, isso é tudo que eu não sou, quero só ver)
- Estudar 2x na semana no mínimo
- 1 dia da semana sem internet
- Diminuir o tempo no facebook


Aiaiaiai, tudo isso vai ser um grande desafio pra mim... vou contando aqui como esta sendo

um beijo do gato ;*







quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Só nós dois

Pois é, filho... Algumas coisas mudaram. Hoje quando você acordou, procurou seu pai ao meu lado na cama e não encontrou, olhou então pra porta, esperando que ele viesse lhe dar bom dia e ele não veio. É fato que tivemos outros dias como esse, mas eram minoria. Vim aqui te avisar que ele não vai voltar. Que hoje não foi uma exceção e sim a nova regra. Acho que com o tempo você vai parar de olhar pra porta esperando ele chegar e nem vai lembrar do tempo em que éramos nós 3. Na verdade na maioria do tempo sempre fomos eu e você, desde que você era uma célulazinha pequenininha na minha barriga, mas tinhamos nossos (bons e ruins) momentos a 3. Ontem foi difícil quando eu entrei pela porta e olhei a casa vazia e caiu a ficha: somos só eu e você o tempo todo agora. O café, almoço, janta. Tudo isso agora seremos nós dois. Não tem ninguém pra esperar no final do dia, nem nenhuma outra pessoa pra esperar pro almoço. Mas sabe filho, eu não quero que eu e você vejamos isso como algo ruim, porque na verdade é apenas uma nova fase. Eu e seu pai decidimos que assim seria melhor, e eu sei que assim será realmente melhor. Eu sei que dou conta de te criar sozinha e eu sei que pra ser um pai presente, não precisa morar na mesma casa (o oposto também é verdadeiro). Você não merece ser criado em um ambiente com brigas e discórdia, você não merece ver e ouvir algumas coisas que viu e ouviu... Espero que o tempo apague tudo isso do nosso coração. Você é e sempre foi um bebe muito perceptível e sensível, está um grude comigo, ontem passou o dia me chamando e no meu colo, ninguém podia te tirar de perto de mim que você abria um berreiro, fico feliz que eu seja teu porto seguro e quero que você saiba que você é o meu.
 Hoje as coisas já foram diferentes aquele impacto inicial passou e acordei feliz e animada, com vontade de mudar tudo, vou vender seu berço, revolucionar seu quarto, pintar a casa. É uma nova vida agora. Uma vida do nosso jeitinho, sempre com muito carinho e amor. As coisas estão diferentes, mas isso não significa que estejam piores. Sinto que tudo está no lugar certo, como se um peso estivesse retirado dos meus ombros. Eu sei que juntos podemos ganhar o mundo! Te amo pra sempre filho, saiba que mamãe faz de tudo pra te ver feliz.

"Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses"

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Passei rapidinho...

Só pra contar que Nicolícious está começando a engatinhar, antes ele só ia pra trás, agora começou a ir pra frente, com muuuuita dificuldade mas vai. Ele fica se 4 e se joga pra frente, fica de 4 e se joga pra frente, e assim vai indo... Nem sempre consegue, mas mesmo assim to até aqui de orgulho do pequeno. Antes de ontem foi a primeira vez que ele conseguiu, pra ficar registrado: dia 12-08-13 aos 7 meses e 16 dias de vida <3  (em breve vídeo, mas não podem rir da minha delicinha aí não hein?)
 Também anda um grude com a mam dele (pois é,deu pra me chamar agora, ouvi um "mamãe" coisa mais linda do mundo e depois virei simplesmente "mam" <3) quer colo colo colo, chamego e denguinho!
  Aprendeu a mamar na mamadeira e agora toma o leitinho da mam nela quando estou na faculdade
    Melhorou da alergia e já está consumindo produtos que possuem traços de leite, em breve tudo isso vai ter passado e eu nem vou lembrar de tudo que já passamos com essa alergia feia! ;)
   Está cada dia mais careca e mais cabeludo (ahn? ce taloka?) Explico... os poucos cabelos antigos estão caindo mas os cabelinhos novos vem com tudo!!
 Vim também mostrar esse videozinho do Nicolas com a sua amiguinha sábado, olha que coisa mais linda do mundo todo *-*




E finalmente vim pra mostrar que ele ta lindo, ta delicio, ta maravilhoso! Vocês não acham??

Como não babar nessa coisa fofa gente, me fala?

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Personalidade do bebe na barriga


Quando eu estava grávida escrevi esse post aqui dizendo como eu imaginava que o Nicolas seria só de observá-lo em minha barriga e disse que voltava pra contar depois... Bem, eu voltei hehehe.
Eis o que eu escrevi lá e em vermelho o meu comentário atual:

1- Vejo meu bebe como uma criança tímida na frente de desconhecidos mas extrovertida na frente dos de casa. O que me leva a pensar isso é o fato de ele nunca mexer em público, quando tem muito barulho ou muita gente. Mas já quando estou aqui em casa só eu e o jean, nossa, só falta sair da minha barriga, responde quando o jean fala com ele, chuta tão forte que chega a doer, se mexe tanto que da pra ver a barriga mexendo. Só que tirando eu o jean e minha mãe, ninguém mais compartilha desses momentos.
Realmente, Nicolas demora pra se soltar quando está perto de muita gente e odeia muvuca e barulhos altos, fica acuadinho e grudado em mim. Mas depois que se solta, ou quando está em casa... ah daí é só festa, mexe com todo mundo, ferve, manda beijo, se joga pra ir no colo dos outros, da abraço, se joga pra ir no chão, faz tudo pra se mostrar.

2- Vai ser muito curioso, daquele tipo de criança que pergunta tudo, sabe? Vejo isso pelo fato de ele ficar quietinho quando conversamos com ele, parece que ta ouvindo tudo (a não ser quando é o pai que aí se mexe pra valer)... Pode ser só uma percepção, mas é a minha visão dele no momento.
Acertei mais uma! Não da pra falar nada perto dele que ele presta atenção, ainda mais se envolver o nome dele. Tudo quer olhar, pegar, mexer. Se está mamando tenho que ficar em silencio e não me mexer pois qualquer coisinha o distrai!

3- O vejo também como uma criança muito meiga e carinhosa muito apegada aos pais.
Acertei em cheio! Ele é MUITO apegado a mim e também extremamente carinhoso como eu já contei aqui algumas vezes, faz carinho, beija e abraça o dia inteiro quem se disponibilizar

4- Terá horários bem definidos pra tudo que for fazer, vai ter fome e sono sempre no mesmo horário. Imagino que ele será assim pois sempre mexe nos mesmos horários, acorda cedinho e é muito agitado de manhã, sendo mais sonolento a tarde.
Essa foi meia boca. Geralmente dorme e sente fome em horários parecidos, mas não é regra, tem dia que "vareia", principalmente se não estamos em casa. Quanto a acordar cedo, acorda mesmo desde recém-nascido. 

5- Acho que vai ser uma criança boazinha,calmo e muito tranquilo, mas ao mesmo tempo opiniático e muito determinado. Será uma criança sensível.
Essa ficou meio vaga... Ele é menos calmo e tranquilo do que eu imaginava, mas que é determinado e opiniático disso não tenho dúvidas!! E quanto a ser sensível, é mesmo super sensível, a sons, cheiros, ambientes, pessoas, a TUDO, desde a barriga.


Então eu coloquei a numerologia que eu fiz com o nome dele... bem, essa errou FEIO, nem vou colocar inteiro aqui, mas pelas seguintes frases vocês podem perceber como não tem NADA a ver com o Nicolas

"O olhar firme e penetrante dessa criança denuncia que existe um mundo em seu interior. Às vezes, nem parece que se tem um bebê em casa. Quando pequeno, é capaz de ficar horas quietinho, olhando para o teto do quarto, apenas observando o que está acontecendo ao seu redor.""Esse é um bebê calmo, que só se irrita quando algo está incomodando muito. Solucionada a questão, tudo volta às boas." 

Nem vou comentar porque acho que não precisa né? hehehe Meu bebe não é um bebe extremamente agitado, mas de calmo não tem muita coisa. Ele é tranquilo, mas demanda muita atenção e jamais fica horas quietinho!

tá aí o cabelinho preto aos 4 dias de vida <3
Agora o finalmente:

"Realmente tenho tudo pra crer que meu bebe será muito calmo e bonzinho, como já é na barriga. Outros "chutes" que eu dou são que ele vai nascer com bastante cabelo, bem escuro, que irá clareando com o tempo. Outra coisa é que acho que ele vai nascer em janeiro perto do dia 20. Pra mim, o ideal seria que ele quisesse vir ao mundo dia 21, aguardemos."

Iludidona eu? será? A parte do cabelo eu acertei, mas quanto a data.... devia ter chutado 1 mês atrás, porque ele nasceu dia 29 de dezembro! hehe


Já em outro post eu mostro um pouco da minha "clarividencia" ou então "não duvide da intuição materna", lá eu digo com quem eu acho que o Nicolas vai parecer, acompanhem:

"Eu aposto no meu nariz e meus olhos mas rosto orelhas e todo o resto do papai, será?"

Acertei quase completamente, nariz e olhos são realmente meus, mas as orelhas também são identicas as minhas! E o resto é do papai mesmo, o formato da cabeça e do rosto, o formato do peito... o sorriso.


Outra coisa engraçada que o Nicolas faz desde a barriga é definir que lado eu vou dormir, aff. Quando estava grávida eu me virava pra um ldo, ele se mexia até eu me virar pro lado que ele queria, ai se aquietava e eu podia dormir, hoje em dia é bem assim, eu durmo abraçada com ele, ele acorda e reclama tenho que me virar com ele pro outro lado, aí ele dorme tranquilo. Posso com isso? 
  Olha, até que me surpreendi com o quanto eu acertei, realmente acho que a personalidade deles já vem sendo formada desde a gravidez!

Mas você não imaginava que eu seria tão lindo e malandro né mamãe?









segunda-feira, 5 de agosto de 2013

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Rapidinhas do Nico

- Está ganhando 2 dentinhos de uma vez
- Está comendo bem em todas as refeições
- Aprendeu a gritar
- Aprendeu a bater na minha mão quando eu falo: "bate aqui, filho!"
- Aprendeu a empurrar a bola pra gente
- Só quer saber de andar por ai com a gente segurando as mãozinhas dele e nada de engatinhar, fica de 4 e não sabe o que fazer hehe
- Está a cada dia mais fofo e mais carinhoso (devo me preocupar por ele se jogar no colo de estranhos e beijar compulsivamente o rosto de todo mundo que o pega no colo?)

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Criação com apego e essas coisas de gente natureba

 

Qual é o jeito certo de criar um filho? Essa é uma pergunta muito ampla e que me faço todos os dias. Eu só quero que meu filho seja feliz, e se você é mãe ou pai provavelmente pensa igual a mim. Como fazer nossos filhos crescerem bem-resolvidos e felizes? Ah, seria tão fácil se existisse uma resposta simples pra essas perguntas...
  Quando eu estava grávida não li muita coisa sobre como criar meu filho, li bastante sobre a gravidez, vi vídeos de como dar banho em um bebe, pesquisei como estimular a inteligencia de um pequeno. Procurei saber o que era o melhor pro meu filho em termos de parto, alimentação e só. O resto veio de forma natural.  Nunca pensei muito em termos de rotina e esse tipo de coisa. Meu filho nasceu e o berço dele estava do lado da minha cama, pois pra mim era natural que ali ele dormisse... o que não aconteceu. Eu tinha tanto medo de ele  se afogar, ou sei la.. que acontecesse algo e eu não visse, que acabei colocando ele na cama comigo desde o primeiro dia, e até hoje aqui ele permanece sem nenhuma noite inteira dormida no berço. Quanto a amamentação, eu fiz o que os médicos mandaram: não deixar passar 3 horas sem mamar, na verdade sempre que meu filho chorava a primeira coisa que eu fazia era oferecer o peito e olhar a fralda. Com 7 meses ele ainda mama em livre demanda e eu nunca consegui por horários, na realidade eu nunca tentei porque ver meu bebe chorar de fome e não dar mama pra ele se acostumar é algo que eu não consigo nem nos pensamentos mais remotos fazer. Tanto que ele ainda mama de madrugada a hora que ele quer.
 Meu filho não chupa chupeta e não mama na mamadeira e vai mamar o tempo que quiser no meu peito, mesmo que me digam que é feio bebe grande mamando no peito e que ele só me faz de chupeta. Meu filho não tem horário certo pra trocar fralda, pra acordar, pra dormir. Ele dorme mamando e eu nunca deixei de pegá-lo no colo nenhuma vez que ele chorou. Na verdade quando ele nasceu eu era tão psica que ele passava a maior parte do tempo no sling, grudado em mim, demorou muito tempo pra eu conseguir deixá-lo em um comodo para fazer algo em outro. Pronto, essa é toda a realidade agora podem me julgar.
 Esse é o jeito certo de criar um filho? Sinceramente? não tenho a menor ideia.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

Eu preciso desabafar um pouco. Tentei por meu filho no berço de novo essa noite, como eu já tentei em muitas outras (ou disse que tentei, já que em apenas 1 delas eu realmente cheguei a colocá-lo no berço, em todas as outras desisti antes de tentar)
Todo mundo fala que é errado um bebe dormir na cama dos pais, e eu sei que não posso ouvir todo mundo, mas voltando lá em cima: qual é o jeito certo de criar um filho? Poxa, eu tenho 19 anos, nunca tive um filho, nasci de cesária, mamei na mamadeira, chupei chupeta e dormi no meu quarto a noite inteira desde cedo. (essa é a única referencia que eu tenho para a criação de filhos!)
Eu sempre me sentia culpada por meu filho dormir comigo. Eu amo dormir com ele, pra mim é natural, gostoso, muito mais fácil pra ele mamar de madrugada... mas depois de ouvir tanta coisa, parece que eu estou fazendo o mal pro meu filho, "estragando" ele, soa como algo errado dormir com o filho, já que as crianças devem dormir nos seus quartos e serem o mais independente possível desde... sei la, 1 dia de vida? Um livro diz uma coisa, outro diz outra, o que eu devo fazer? Qual é o jeito correto?
Acabei cedendo a pressão de marido, mãe, todo mundo no universo que acha um absurdo meu filho dormir comigo, eu deitei com ele num colchão no chão ao lado do berço dele para faze-lo dormir, depois eu o colocaria no berço onde dormiria a sua primeira noite longe de mim, e fiquei ali, fazendo carinho na cabeça dele, lembrando da primeira noite dele em casa, ele mamava tranquilo, aconchegado no meu braço como fazemos todas as noites antes de ir dormir, como fez todas as noites na curta vidinha dele, pensei em muita coisa, pensei no tamanho do meu amor por ele, pensei em o que era melhor pra ele, pensei se eu era uma boa mãe. O que é melhor pra ele? Será que eu sou uma mãe ruim? É tão difícil colocar a razão e a emoção frente a frente e decidir o que fazer... Pensando em tudo isso peguei no sono, e ali ficamos só nós dois como em tantas outras noites desde a gravidez, em que tantas vezes ele foi minha única companhia. Acordei e já eram quase 4 da manhã, era ele fazendo uns barulhinhos fofos que ele faz desde recém-nascido quando quer mamar, desisti de ser uma boa mãe e fui pro meu quarto com ele nos braços pra dormir com o meu marido e ele. Hoje acordei como todas as outras manhãs: com ele fazendo carinho com uma mão no meu rosto e uma mão no rosto do papai. Decidi: ele vai dormir comigo até ter 18 anos.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------

 Meu filho não tem horários estipulados, eu fui um fracasso quando quis ensina-lo a dormir sozinho pois não consigo ouvir ele chorar sem acalma-lo, ele não tem hora pra mamar e vai mamar até a idade que quiser porque eu simplesmente não consigo negar o peito pra ele, a cada chorinho eu o pego no colo mesmo que ele fique mal acostumado... Enfim, eu sou uma péssima mãe. Os livros me condenam, criança precisa de rotina e consistência, precisa saber quem está no comando. A encantadora de bebes deve me achar uma doida hippie, porque ao ler o livro dela me senti a pior mãe do mundo.
Mas mesmo eu me esforçando pra ser diferente, eu não consigo. Eu quero abraçar e beijar meu filho o dia inteiro, eu quero passar a noite grudada com ele e eu adoro amamentar. Eu gosto de liberdade e de fazer coisas diferentes a cada dia. Eu gosto de deixar a cabeça fluir, do ócio criativo. Eu vou confessar: eu odeio rotina.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

 Assim como todas as outras mães que agem como eu, ou que agem completamente o oposto de mim, eu só quero o bem do meu filho, só quero que ele seja feliz e mesmo com muitas e muitas duvidas do que fazer eu faço isso da maneira que eu sinto que é a certa, e eu imagino que seja assim com todas as outras mães e pais... Por que a maternidade é tão simples para outros animais e tão complicada pra nós? Porque eu me sinto culpada por criar meu filho desse jeito? Existe "certo" e "errado" na criação dos filhos? Uma criança com rotina regrada é mais feliz do que uma sem horários fixos? Uma criança que mama no peito é mais dependente que uma que não mama? Amamentar até 6 meses? 1 ano? 4 anos? Qual é a fórmula magica para criar bem nossos filhos? Trabalhar fora ou ficar em casa? Escolinha ou avó? Trancar ou não a faculdade?


--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nicolas é uma criança muito carinhosa, que manda beijo, faz carinho e abraça todo mundo espontaneamente, é sorridente, feliz, independente, saudável e muito inteligente... Talvez alguma coisa eu esteja fazendo certo e é isso que me move a continuar: acertando, errando, revendo meus conceitos, lendo livros de diferentes opiniões, filtrando tudo e finalmente fazendo o que meu coração manda. Acabo esse texto chegando a conclusão que independente da opinião pessoal de cada um, a única coisa que importa é uma palavrinha que eu repeti muito aqui FELICIDADE. Se eu e meu filho estamos felizes, se você e seu filho estão felizes, bem, então deve estar certo.







terça-feira, 30 de julho de 2013

7 meses


Nossa, o tempo tem passado voando! Esse mês foi incrível... É impressionante como cada mês é melhor e eu amo mais esse polaco lindo. De 4 pra 5 meses foi o mês do "quase", de 5 pra 6 foi o mês das "conquistas" e de 6 pra 7 foi o mês do "aprimoramento". Nicolas está comendo melhor, sentando melhor, rolando melhor. Finalmente aprendeu a brincar sozinho e quase não me da mais trabalho, as vezes até me esqueço que ele está por aqui de tão bonzinho que ele anda, aí vem os gritos dele cortando o silêncio pra me lembrar que tenho um molequinho brincalhão em casa!

- Não sei exatamente quanto que ele está medindo pois ainda não o levei pra puericultura, mas pelo que medi em casa continua com 68 cm, mas engordou bastante esse mês e está com algo perto dos 8 kg.
- Continua usando fralda tamanho M e intercalamos entre descartável e de pano
- Está dormindo mais tarde, beeeem mais tarde, se com 4, 5 meses ele dormia as 6 horas da tarde, agora vai dormir perto das 8, e já chegou até ir dormir as 10!!
- Acorda mais tarde também, entre 7:30 e 8 horas, algumas vezes troco e ele dorme de volta, outras desperta esse horário mesmo
- Continua acordando MUITO durante a madrugada, teve alguns episódios de terror noturno onde acordava gritando muito, mas passou, porém continua acordando a cada passo. Esse mês ele vai pro berço, já que eu acordo ele sem querer e ele me acorda também.
- Come muito melhor e quando está com fome não adianta dar o peito pra ele, ele quer é comida! Já comeu: batata, batata doce, batata salsa, frango, carne, arroz, macarrão, caldinho de feijão, cenoura, xuxu, melancia, banana, maçã, pera, água de coco, laranja, bolacha sem recheio, o cadarço do meu tênis, enfim, anda comendo de tudo (o que não é alérgico), adora sucos, chás, água e prefere comida salgada que a doce.
- Continua mamando bastante, porém menos que antes, mama algo em torno de 8x ao dia e o máximo que passou sem mamar foram 4 horas (eu acho)
- Vive com os pés na boca, ama ficar chupando os dedinhos
- Arranca meias e calçados
- Continua pedindo "mam" ou "mama" quando quer mamar
- Continua nos acordando da mesma forma, primeiro com carinho, depois com conversa e finalmente se não levantamos com chutes
- Senta bem e passa a maior parte do tempo assim
- Rola pros dois lados com facilidade
- Não gosta mais de colo, se joga do nosso colo pra poder ficar no chão, onde passa a maior parte do tempo. Mas quando não está bem quer colo o tempo todo.
- Os olhos escureceram e estão ficando verdes. Ao mesmo tempo que os cabelos clarearam e estão ficando loiros.
- Não reclama pra trocar fralda, pra entrar no banho, pra sair do banho nem nada. Mas odeia passar cotonetes e limpar o nariz.
- Descobriu o pipi hehehe


Para mais fotos do pequeno: A página do face e o Instagram
Para vídeos: O canal do youtube

terça-feira, 23 de julho de 2013

Frio, frio e mais FRIO!!

 O negócio chato esse tal de frio hein? fala sério... Os pequenos ficam tão cheios de roupa que mal conseguem se mexer. E pra trocar fralda então? Além da dó de gelar os bumbuns tem o mundarel de roupa pra tirar e por de volta.... e se o xixi passar? Aí sim é o caos na terra, tirar tudo e por outra roupa. E pra lavar essa roupa então? Congela as mãos e a roupa não seca NUNCA nessa vida de meu deus. Não gosto de inverno #prontofalei ainda mais que gosto de deixar meu filho solto, de preferencia no chão. Mas infelizmente moro num lugar relativamente frio comparado aos outros lugares do Brasil... Possuimos um inverno gelado sempre com geadas, vento e chuva. Não é muito agradável não e faz eu passar o tempo acompanhando a previsão do tempo e esperando o calor chegar. E o Nicolas é dos meus, odeia por roupa e ficar ilhado no cobertor, as vezes reclama tanto que tenho que deixá-lo só de pijaminha em frente ao aquecedor. Enfim, o que eu vim aqui pra falar não é isso....
Vim deixar registrado aqui a primeira NEVE do Nicolas (e a minha também!), é que fomos viajar pra Argentinha e... MENTIRA. Acreditam que nesse frio terrível dessa minha bela cidade teve algo bom? Simmmmm aqui nevou! E nevou "altoooos" como dizemos por aqui. Ontem a noite começou e até agora ainda tem neve no chão lá fora e nosso boneco de neve ainda não derreteu! (eu disse que aqui era frio). Foi muito legal, apesar de estarmos quase congelando sem ar condicionado em casa pobre é foda, foi uma experiência única pra nós pobres que não conhecíamos, foi lindo! Muito legal acordar hoje cedo com tudo branquinho...
Nick aproveitou da maneira que um bebe de 6 meses pode aproveitar haha, do lado de dentro de casa admirando pela janela. Levei ele la fora pra tirar umas fotos hoje a tarde quando a neve estava derretendo, contei pra ele o que era aquilo e deixei ele sentir... não gostou do gelado mas ficou espantado com a paisagem diferente, espero que tenha outros anos também pra ele poder brincar e se divertir com a neve!






E pra quem ficou curioso pra ver como foi o maridinho* fez um vídeo que vocês conferem aqui em baixo: